quinta-feira, 29 de dezembro de 2011


22:55h Tô tentando dormir, mas você não sai daqui do meu pensamento. Porque?.. 22:57h estava lembrando aqueles nossos momentos, foram tão bons. Queria ter muitos outros momentos contigo, na verdade eu ainda quero sabe. Lembrei daqueleseu sorriso bobo, quando eu ficava parada te olhando pra ti. Aquele seu olhar de desconfiado, que só você tem. O seu jeito de falar, me olhar, ainda me encanta muito. 23:01h vontade de te ligar e dizer tudo o que está preso dentro de mim, mas faltacoragem.. 23:03h olhando sua foto, a nossa foto, e ouvindo aquela nossa musica também. 23:04h sabe aquele meu sorriso? estou com ele agora, imaginando cenas que talvez um dia aconteceram, ou não. Mas mesmo assim, eu imagino, sonho, porque eu fico bem, mesmo sendo só imaginação, sonho bobo. 23:06h esse tempo que não passa.. Cara eu preciso dormir, mas tá difícil. Uma lágrima escorre pelo meu rosto agora, eu não posso cuidar de você, tem outra cuidando não é mesmo? 23:08h lembro de que você me disse para nunca esquecer o quanto você me amava, por isso estou sorrindo novamente, porque acredito em você, e confio. 23:09h sei que o tempo, precisa de tempo para arrumar as coisas, e enquanto isso eu espero, um pouco impaciente eu sei. Mas, você sabe que paciência nunca foi meu ponto forte né…23:15h você me disse que pensaria em mim, todas as noites, saiba que eu estou pensando em você todos os dias.  Luana Souza.
Ei Deus? Tens um tempinho pra mim? Prometo que serei breve. Sei que muitas pessoas estão precisando mais de ti neste momento, do que eu. Vim aqui te pedir, pra você cuidar de mim, sei que é um pedido meio egoísta, sei que você já cuida, e olha por mim todos os dias, mais é que eu queria um pouquinho mais de atenção, porque eu realmente estou precisando. Sabe, nesses últimos dias eu não sei o que acontece,mas tá doendo. Sei que o senhor já deve saber de tudo isto, mas mesmo assim vim aqui pedir. Me ajuda? tira essa dor que me incomoda, me dê força pra seguir em frente, e nunca, nunca mesmo deixe que eu cometa uma loucura. Aproveitando, queria já agradecer. E agradecer também por mais um dia, e por estar aqui me ouvindo. Peço desculpas se ás vezes eu mais peço, do que agradeço, mas não faço por mal. Bom, eu já fiz meu pedido. Vou indo dormir. Ah, e obrigada mais uma vez,por cuidar bem de mim!     Luana Souza.

Carta de um Amor Suicida.
Tentei ser forte, como todos falavam para mim, me perdoe. Descbori que não sou tão segura, e forte assim, na verdade sou a pessoa mais frágil que poderia haver. Nossos planos, fotos e encontros talvez não valeram para nada além de grandes recordações. o Relógio está marcando 17:00 horas, no dia 15 de julho, lembra que dia é esse? Eu me lembro, foi o primeiro dia em que nos conhecemos. As noite vinham cada vez mais frias para mim, sombrias e ainda vinham acompanhada da solidão, meus olhos já estavam doendo de tantas lágrimas que haviam caido já. Embora doesse, eu não preciso mais me preocupar, logo, logo eles se fecharão… para sempre. Dezessete andares ou vinte quem sabe, já não estou enxergando muito bem como está lá em baixo. Todos estão assistindo meu fim, mas ninguém faz nada.  Mãe, me pedroe por todas as vezes que gritei com você quando me dizia que não valia a pena me cortar, deixar cicatrizes a ponto de nada. Talvez você quisesse que eu fosse diferente. Mais alguns metros e estarei na metade do caminho. Oh meu amor, me perdoe quem saiba um dia podemos nos encontrar novamente, não quero que me veja assim. Não nesse estado. A morte havia gritado meu nome mais de sete vezes, sete e dolorosas vezes. Talvez eu não aguente tanta pressão, passamos por tantas dificuldades, mas não posso esquecer dos nossos momentos felizes. Lembra todos aqueles planos que faziamos? Não esqueça deles, quem sabe uma outra chance de viver nos faça querer mais. Talvez minha mente fosse incógnita demais para você entende-la. Tomei alguns comprimidos para ver se essa vontade de morrer passava, só aumentou. Não consegui, essa vontade foi maior do que eu, é incontrolavel. Neste exato momento você deve estar lendo isso e se perguntando o que fez de errado, não quero que pense asim, porque fui eu que errei, ainda quando tentava tomar pilulas para lhe esquecer. Isso seria impossivel, e uma grande bobagem. Não é mais só questão de tempo. Pela última vez você vai me ver chorar, gritar, me irritar com você ou quem sabe sorrir. Você era um dos poucos que me dava valor, então me perdoe. Não quero que fique mal por isso, é um problema meu, com minhas drogas e pilulas.Agora estou indo meu amor, eu lhe espero do outro lado. - Rafaela(stupid-teen)
“Te amo desde que eu nasci. Te amo mesmo antes de te conhecer. Te amo desde o teu primeiro sorriso. Te amo até quando disse o primeiro palavrão. Te amo menos durante a primeira briga.Te amo quando me beija. Te amo menos quando para de me beijar. Te amo quando segura a minha mão. Te amo quando quando sinto o teu perfume. Te amo quando me abraça forte. Te amo mais quando sente ciúmes. Te amo quando acorda. Te amo quando dorme. Te amo mais quando cada vez que respira. Te amo quando ri. Te amo quando me faz rir. Te amo sempre que seca minhas lágrimas. Te amo toda vez que anda rápido demais. Te amo me põe em seu colo. Te amo pouquíssimo quando grita comigo. Te amo quando me pede desculpas. Te amo quando olha nos meus olhos.Te amo quando passa a língua nos lábios. Te amo quando suas mãos tocam o meu corpo. Te amo quando está com aquele moletom verde. Te amo absurdamente mais quando está sem roupa nenhuma. Te amo quando dorme comigo. Te amo quando fazemos amor. Te amo todas as vezes que faz meus olhos brilharem. Te amo quando me entende. Te amo quase nada quando diz que sou difícil de entender. Te amo quando corre na chuva. Te amo quando corre no sol. Te amo quando você está correndo. Te amo um bocado menos quando está suado. Te amo quando faz minhas vontades. Te amo quando beija a minha testa. Te amo quando coloca crédito no meu celular. Te amo quando aparece com um chocolate de surpresa. Te amo quando me dá flores. Te amo durante o dia. Te amo a noite. Te amo de madrugada. Te amo menos quando estou com sono. Te amo quando acorda e me manda uma sms. Te amo quando me dá uma carta. Te amo quando lembra de todas as coisas que eu já lhe disse. Te amo quando me dá uma bolsa. Te amo quando gosta dos meus presentes. Te amo quando passa o dia todo comigo. Te amo quando pisca o olho. Te amo quando coça a sobrancelha. Te amo quando corta o cabelo. Te amo quando repara que eu mudei algo em mim. Te amo quando vai ao shopping comigo. Te amo quando discutimos e você me cala com um beijo. Te amo quando diz que me ama. Te amo quando concorda que ficaremos juntos para sempre. Te amo mesmo quando eu não te amo.”  (Cibele S. | spoiled) 



“Como se fosse capaz de camuflar o que aconteceu, seus segredos, meus segredos, uma história que não teve continuidade como prometido, não deveríamos ter hesitado uma hora. E novamente vimos que o fim sempre esteve lado a lado, como se chamássemos ou houvesse algo que atraísse toda essa dor e solidão para junto de nós. Se você me amasse, me soltaria, mas não o fez, ao invés disso prometeu para si próprio me assombrar a cada passo que eu desse, prometeu não me deixar, mas quando eu disse que teríamos um fim, era para ter acabado esse sufocamento. Meu coração, ele não bate, não respira… ele está sombrio, está apenas bombeando cada partícula de sangue que existe em meu corpo, deixando minha pele corada ao fervor de cada toque seu, quando eu os sentia. Você não está me deixando seguir em paz, meu destino, meu caminho, eu vou para longe, você me puxa para perto, como se houvesse um elástico segurando ambos. Eu nunca mereci cada sorriso que você me entregou, nunca fui merecedora de cada lágrima que ousou cair de seus lindos olhos. Mas meu sorriso tinha sido tomado há muito tempo, antes mesmo de você surgir, mas então ele retomou, e se perdeu novamente, pois você o levou consigo, mesmo continuando comigo. Se eu posso mudar espero nunca saber, não vale a pena mudar por nada. Eu não poderia encarar uma vida sem a sua luz, mas tudo isso foi dilacerado… quando você recusou-se a lutar. Pois a única pessoa que se manteve em pé fui eu, esperando você se reerguer e enfrentar a discórdia ao meu lado, esperei pacientemente, mas você não voltou, não pude saborear seus beijos novamente, como a primeira vez com que os toquei fervorosamente. E cada novo beijo era como se fosse o primeiro. Eu ainda guardo cada sentimento despejado em uma caixa vazia jogada no canto da sala, vire e mexe a noto e escorre uma lágrima, da qual contem cada lembrança na tentativa falha de apaga-las. Não precisa dizer mais nada, eu sempre entendi o que estava ocorrendo, sempre deixei claro que não poderia dar um passo a frente, mas você sempre insistiu para que eu me jogasse de corpo e alma, uma, duas, três vezes… você me empurrava, para que eu caísse de cabeça nesse sacrifício. Você nunca me odiou, nunca foi capaz disso, mas não seria suficiente tanto ódio para me querer novamente, e estar comigo agora, como um anjo. Quem iria sair machucado seria você, estava tudo planejado, nunca tive boas intenções, estava programando um doloroso fim para você, só que os papeis se inverteram e quem saiu terrivelmente dilacerado fui eu, cálculos errados; sempre lhe disse que era terrível em matemática; e isso acabou. Meu verdadeiro eu tinha sido bloqueado, como se a morte o resgatasse no momento que eu virasse as costas e ouvisse a desmoronação. Mas eu nunca pude deixa-lo ir. Meu amor foi punido há muito tempo, como se você se importasse, deu aos miseráveis cada gota de sentimento que despejei em ti, cada carinho que lhe ofereci, nunca precisou realmente do que eu sentia e o que você sem pre desejou um um corpo junto ao seu. Agora, cuspa sua pena na minha alma, irei lhe mostrar como a vingança é sadia, como faz bem um pouco de sangue, não se esconda, não agora. E eu não ouvirei a tua vergonha, você fugiu, fugiu ao ver o quão terrível seria o seu fim.” (keepcal-m)
Eu sei que é tarde, e sei que você odeia ser acordada na madrugada.. mas eu não ia aceitar deixar você partir sem saber que eu te amo, mais que tudo nessa vida. Te amo, mais do que ja amei qualquer outra pessoa. Eu conheço meus defeitos, conheço minhas palavras, sei que errei, mas eu não suportava isso. Você mudou, você já não era tao minha, apenas mostrava ser, mas não se importava. Eu posso estar sendo idiota e sei que você deve estar morrendo de raiva e ódio de mim, mas é que meu coração nao permitiria deixar você partir.. não sem saber oque sinto, sem saber que te amo, sem pelo menos conversar antes. Eu quero que independente de tudo, você seja feliz. Como nos nossos planos, que você faça e realize com outra pessoa tudo que você pensou ao meu lado. Eu estou no mesmo banco, aonde tudo começou, onde nós planejamos nosso futuro. Eu sinto tanto sua falta, são poucos dias, mas eu sinto que falta algo em meu dia, e tudo que eu faço é pensar em você. Pensar em como vai ser minha vida daqui pra frente sem a sua presença comigo. Você está tao perto e ao mesmo tempo tao longe. Eu só quero que você saiba que aonde eu for, e por onde eu for.. eu vou levar o que eu sinto por você dentro de mim, pro resto da minha vida. E me promete uma coisa ? Seja feliz, pra sempre.  (rocksoda)

Amei e fiz a escolha errada. Isso tudo acabou me partindo. Daí em diante prometi pra mim mesmo que nunca mais iria me envolver e nem me apegar,ficaria apenas na defensiva. Tentava até mesmo conhecer pessoa novas, valorizando apenas as que eu gostava. Tive de me aturar assim durante muito tempo, quase dois anos. Era estranho me fechar para os outros e ficar na defensiva, mas não queria que aquilo acontecesse novamente. Eu levava aquilo numa boa, já tinha até me acostumado a viver sem querer e amar alguém.Claro, eu tinha sentimentos, como ainda tenho. Eu só valorizava meus amigos e familiares, quem eu não conhecia antes eu nem fazia mais questão de conhecer. O tempo foi passando e eu ainda nessa. Comecei a fazer parte de um lugar onde eu não conhecia ninguém, fui conhecendo aos poucos, mas não pensava em nada além de amizades. Brincava e brincava, até que uma certa pessoa veio na brincadeira comigo também. E fomos levando assim. Ela me fazia bem e feliz, gostava de tudo que ela falava. Senti algo. Algo que não sentia há quase dois anos, como eu havia falado. Fiquei com medo de me deixar levar por isso, mas não resisti. Eu não deveria ter ficado com medo, pois neste momento, descobri que tava fazendo a coisa certa. O tempo voava enquanto eu conversava com ela. Eu gostava até de um “oi” dela. Aquilo tudo tinha se tornado especial. Isso foi aumentando e aumentando. Se tornou o que é hoje. Não sei como ela foi capaz disso, me fechei e esperei esse tempo todo para descobrir que o amor é inevitável pra mim. Sou apaixonado por ela a cada dia mais. Ela acabou se tornando necessidade minha. Na verdade, eu nunca amei assim antes e, se tive de esperar esse tempo todo para acontecer, não vou simplesmente jogar isso fora ou deixá-la ir. Ficarei com ela até o fim. Sinto que com ela sempre ficarei bem. Ela pode não ser a mais bonita ou atraente, mas não interesso por aparências mais.Agora sou dela, e estarei junto quando mais precisarmos um do outro, como eu já disse, ela é uma necessidade minha. Não entendo como tudo isso começou, mas se veio, não deve ter sido em vão. Tudo nela me chama atenção, me deixa completamente desligado do mundo, fazendo dela o meu foco. Quero e gosto de agradá-la cada vez mais. Adoro cada gesto de carinho dela, cada elogio, cada crítica, cada palavra. Tudo que venha dela me parece bom. Mesmo estando longe fisicamente, a distância não é tão grande a ponto de destruir o que há entre nós. Somos mais fortes. Afinal, ninguém pode tirar isso de nós. Estamos dando passos lentos à frente, mas se Deus quiser, conseguiremos o que sempre sonhamos. Ouço a voz linda dela de vez em quando. É uma perfeição. Queria que ela estivesse próxima de mim agora, segurando minha mão, sentindo o meu calor. Eu nunca deixaria de olhar nos olhos dela e dizer o que sinto. E como eu gostaria de dizer isso para ela. Agora vamos nos falar menos, mas isso é só uma questão de tempo. Isso também não vai me fazer amar menos à ela. Pelo ao contrário, vou amá-la mais, sentindo saudade, muita saudade, e querendo-a por perto cada vez mais. Sei e tenho certeza que ainda seremos mais do que somos um para o outro.Meu coração bate por ela, e já não quero mais nada à não ser vê-la. O desejo de vê-la é tão grande que ela sabe muito bem, me deixa abalado, por ela não está tão próxima pessoalmente. Estamos pulando nossos obstáculos para fazer disso algo muito melhor. Estou mais que satisfeito. Ela chegou e juntou todos os meus pedaços que foram perdidos, e não sei como retribuir isso à ela. Não quero ser mais um na vida dela. Tenho muito mais oque falar, mas não me parece possível. E em breve, estaremos realizando nossos sonhos: juntos e de mãos dadas. Ela é o a parte de mim que esteve faltando todo esse tempo. Não estive esperando por isso, mas chegou, vai e está valendo a pena cada momento com ela. Eu só queria dividir isso tudo com ela, a garota que eu amo muito, mais que isso, pois hoje em dia é difícil acreditar em palavras.Permita-me entrar na sua vida? E saiba que eu amo você.
              (cttm)
Eu amo […] Eu amo esse seu jeito todo errado de ser, eu amo esse seu sorriso, aquele quando você está com vergonha, aquele irônico quando está com ciúmes, aquele quando está com raiva e não quer demonstrar, aquele meigo, aquele quando está feliz capaz de demonstrar até nos seus olhos, amo todos os seus sorrisos, de todas as formas. Amo o seu cabelo, amo imaginar fazendo cafuné em você. Amo suas imperfeições, ou melhor, você é perfeito, seus defeitos se tornaram tão invisíveis diante das suas qualidades, eu não os vejo mais, és tão perfeito pra mim. Amo quando você me chama de sua princesa, seu mô, quando me chama de “minha”, com um ar de domínio, com um ar de “você é minha e de mais ninguém”. Eu amo […] Eu amo ser sua, eu amo o jeito que você me prende tanto a você, amo o jeito que você me faz sorrir, amo o quanto me apeguei a você, amo depender do seu sorriso pra ser feliz. Amo quando você me provoca, querendo me fazer ciúmes, e consegue isso. Amo quando você diz “eu te amo”, amo quando você fala que dormiu pensando em mim, amo tanto […] Amo quando eu te faço sorrir quando está prestes a chorar, amo não conseguir explicar e definir o quanto eu preciso de você, o quando eu te amo. Amo com toda a minha força. Eu amo amar você. (bipolarandhappy) for (VG)

terça-feira, 27 de dezembro de 2011


”Sempre foi assim: viver para amar, ao invés de viver de amor. Acordar já amando alguma coisa, mesmo que seja o quanto nossa cama está quente, ou aquele estado de letargia, que, em meu caso, procede o dia todo. E mesmo que no dia todo milhões de furacões, tsunamis, desastres, mortes e surpresas ocorram, por cinco minutos que sejam, vou te amar. Vou querer que tu veja as estrelas do céu da minha boca brilharem pra ti. Vou querer que se arrependa e que volte, de braços abertos. Porque eu, afinal, nunca fechei os meus. Coisa mais clichê, a gente chorar de amor, escrever, deixar passar, ficar confuso… E que mania essa minha de ser singular até nessa história de amor. De coletar um pouquinho de cada romance do mundo pra fazer o nosso. O meu, tão imenso, mas o seu, tão murcho, que tenho de completar com retalhos de amores, talvez, mortos. Aí vira um caso muito difícil de solucionar: amores cruzados no meu peito, de uma dor que parece que nunca mais vai cessar. Já falei tantas línguas , já usei de tantos truques, já fui mágica para te entreter, já fui tua Lua pra tu admirar, já fui médica e te cuidei, já fui eu, e te amei. Em vão? Talvez. Porque todos os gestos que saem do meu corpo ficam soltos no ar. E que acabo tentando apagar o que foi dito e feito no passado para que tu não leia, para que tu não veja. Porque é o medo de um amor tão nocivo e tóxico quanto sinto, que ele acabe por me destruir. Que a incerteza, que sempre foi meu forte, acabe por me enlouquecer. E tu, sempre acabaste à me fazer chorar. Creio que com o tempo as coisas continuem no mesmo pé. Que eu tenha mais à que fazer do que lhe escrever cartas sem remetente e destinário, e que no meu travesseiro haja pensamento em demasia para perder tempo com um amor que nunca esteve em tua rotina. Talvez tu passe de raspão n’uma conversa casual sobre relacionamento com um grupo de cinco amigos, qualquer, banal. Que eu te cite como o passado que sempre vem à tona em diálogos como esse, e que tu sempre foi um absurdo. Sempre foi o modelo todo torto que a palma da minha mão criou. E que não há acordes no violão suficientes para te fazer canção. Que eu repito, meio distorcido, tudo que todo mundo já conhece sobre amor. E a gente só descobre mais, ou pensa que o faz, quando ama também. 
Meu coração já geme de dor, só de pensar no dia de amanhã. Todos os dias eu volto àqueles dias, lembra? Éramos felizes, o máximo que poderíamos ser, e não sabíamos. E cada detalhe bobo, hoje, é uma faca fincada no nosso coração. Cada canção é um dedo na ferida. Cada conversa, vazia, sem sentido, é minha cicatriz que abre, arde, chora. Eu não sabia que era possível sofrer assim. Que quando a gente não chora, não reclama, não vive a dor, só lembra, é uma forma de morrer um pouquinho à cada dia. Sem nem perceber. E é bom que eu deixe registrada a dor, n’uma maneira meio insatisfatória de pôr pra fora o sofrimento, para que meus dias pesem menos na minha coluna. Para que o mundo tenha mais cor, e que o céu azul e o Sol me alegrem ainda mais, como sempre fizeram.
Mas me diz, como vai teu mundo? A gente fez tanto estrago na vida um do outro, e cada semana nossa deve ter um pouquinho de cemitério. A pergunta que não me cala, aqui dentro, é o quanto vale mover um fio de cabelo sequer, por ti. Se vale mesmo nadar tanto, para chegar do outro lado da margem e ver que tu cansou de me esperar. Me deixou remando sozinha, lembra? Então resolvi ir à nado. Sofrer por completo: se for pra ser difícil que seja quase impossível. Deve fazer dois anos, meu bem, que não me permite provar o gosto da surpresa. Uns cinco sorrisos extras que ganhava ao final do dia, com algum gesto ou palavra tua. A delícia que era te amar almejando o futuro, e como tu me fez alguém que não havia sofrido no passado. Obscuro, manchado, aquele passado. E agora tu é, quase que por completo, mais um. E aqui estou, repleta de passados sangrentos, depressivos, com toda a beleza da melancolia. É bonito meu penar. Meu amor por ti é maravilhoso, tão grande, como sou fiel. Será que não vê? E nossa árvore, nunca mais vai dar frutos, como fica? A arquitetura da nossa casa vai ficar só no papel? E aí, meu bem? 
”E agora, que faço eu da vida sem você?”
Eu consigo, sei que consigo. Mas eu não quero, de jeito nenhum, viro a cara pra porta de saída: não abro, não abro. Meu querer passa por cima do poder, e pronto: não posso, não mais. Ouvi dizer que teu pai sente minha falta, e que nem por reza brava tua mãe consegue gravar o nome de tua atual namorada. Será que lembrando nosso dias de glória e de tudo que te dei, tu volta? E é pra ver se você volta que te lembro do sol que entrava pela minha janela, e brilhava junto do meu sorriso. E todas as vezes que eu me levantava da cadeira e ia até a janela, era para agradecer à Deus, a natureza, ou qualquer força maior, por você estar me esperando ainda. E toda minha infância e inocência, toda minha devoção à ti, me fazia tão feliz, como alguém que vive a vida inteira no convento, ou sei lá. Que foi tão precoce, tão bonito. E às vezes penso que se a gente não tivesse lutado, não doeria tanto. Se a gente tivesse deixado pra lá, assim, de cara, já teria esquecido. Em contrapartida, penso que não teria sido real, se eu tivesse ido mesmo, no primeiro adeus. Se tivesse mesmo te excluído da minha vida. 
Porque tu sempre vai, e tu sempre volta. Assim como a saudade. 
Estou em coma, é isso. E tu é o aparelho que me faz respirar. Não seria melhor morrer de uma vez? Talvez o óbito de tua ausência seja ainda maior. Talvez minha alma não seja capaz de encontrar a paz sem ti. Talvez teu olhar sempre seja o caminho mais curto para a felicidade. E aqui, atrás de ti, ou sob ti, escondida, calada, apenas fazendo da poesia meu diário, demorem anos e anos, vidas e reencarnações pra gente se encontrar por aí, em qualquer esquina. Mas prefiro falar de ti como uma história prometida para terminar, no entanto, um novo capítulo sempre estará por vir. Mesmo que todo inventado, mesmo que falando de bolas, de flores, de escovas, de nada. Tem à ver contigo, pode ter certeza que tem. Eu nunca mais soube falar, sequer, sem te citar, mesmo que nas entrelinhas. E se hoje sou alguém, se nessa vida foi alguém, e mesmo que seja ninguém, qualquer coisa aqui te pertence. Tu vê o quanto sou boba, o quanto prolongo os parágrafos pra ver se neles estão revelados nossos segredos - ninguém nos conhece. Acabo, então, morrendo na praia. Falando sobre tudo, e não dizendo nada. Talvez deva ser assim mesmo, pra todo mundo se deliciar com nossa desgraça: que vejam um amor debaixo dos escombros, e uma menina que está presa nas ferragens, enquanto você, já comprou uns cinco carros novos. Deixa, deixa que pensem, que falem… Faz bem a gente compensar nossa ausência de felicidade na tristeza dos outros. Mas saibam, que estou feliz. Que ao decorrer do que narro, luzinhas alternadas piscam na minha alma. Faíscas de esperança. Que ameaçam, mas nunca queimam. Que só a morte física pode matar. Que eu volto àquela noite de Dezembro todos os dias, e por lá vou adormecer, durante a semana. Vou rever tudo, e chorar um bocado. Vou desmontar para que todo dia vinte e sete, e aliás, todo dia do mês, eu renasça de novo. Nos pequenos frascos, residem os melhores perfumes. E nesse meu pequeno corpo, está o maior dos amores. E nosso aniversário de morte é o mais bonito do mundo.” Vitória D.


 #chorei.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011


Aperte o play e comece a ler.
Carta a futura namorada dele.Olá. Não sei exatamente como deveria escrever a você, sendo totalmente intrometida e pedindo coisas que talvez sejam egoístas demais. Mas se trata dele, e não há limites quando ele é o assunto, certo? Soube através dele mesmo, que você é a princesa que tem o coração do meu menino. E agora lhe pergunto:Cuidará bem dele? Pode parecer bobagem, mas isso significa muito, porque sempre fiz de tudo para que ele se sentisse bem e não se magoasse. Eu cuidei dele quando foi preciso, eu passei horas espremendo palavras para ter as melhores de consolo, eu me importei com os mínimos e mais bobos detalhes de cada lágrima ou sorriso, dele. E você, o que fará? Sinto que no fundo, devo lhe contar algumas coisas, afinal, agora, você que cuidará do meu anjinho, então preste atenção, por favor. Sabia que o sorriso dele é lindo? Quando ele sorri, não tem como não se encantar pela expressão. Ele sorri por motivos bobos ou por um elogio. O sorriso dele tem que ser cuidado como a joia mais rara desse mundo, afinal, para mim, é. Ah, ele tem vários sorrisos… Um para quando está entediado e quer ser educado, um para quando está com ciúme, um para quando está emocionado e um para quando está feliz. Sabia que os olhos dele, tem um brilho incrível? É fácil comparar com estrelas, é lindo de se ver. Ele é sensível. Se importa muito com pouca coisa, a não ser quando sabe que pode sair por cima. É. Ele adora ganhar em quase tudo. O silêncio dele significa muito. Pode ser ciúme, tristeza, desapontamento, alegria acumulada. É difícil decifrar, mas com o tempo você aprende, então fique atenta a isso. Cuide do coração dele como se fosse o seu.Ele merece, já se machucou verdadeiramente outras vezes, e não quero que isso seja mais uma marca dolorosa em sua vida. Ele é raro. Cuide, porque outro igual, não há. Me desculpe por pedir isso, garota. Sou apenas uma amiga que o ama muito, mesmo que em segredo. Mas me preocupo com o que irá acontecer. Sei que não vou estar aqui para sempre, pra cuidar do sorriso e da felicidade dele. Então, pela milésima vez, cuide, por favor. (Mdmi)

APERTE O PLAY E LEIA.
Você irá sentir saudades da sua infância, de quando você era feliz e não sabia. Irá sentir saudades de que já se foi e não pode mais voltar. E sentirá mais saudades ainda de que não lembra nem que você existe. Se dói? E como dói não é mesmo, machuca saber que não lembram ao menos seu nome, e que as antigas lembranças ficaram guardadas apenas em seu coração, e que tudo o que um dia existiu, não passou de uma grande mentira, farça e ilusão. Uma musica tocada sem querer, um perfume exalado no ar,fotos e antigas recordações são mais que suficientes pra te fazer lembrar tudo o que você talvez tenha demorado muito para tentar esquecer. Acalme-se, é inevitável não nos lembrarmos de alguém, ou de algum momento. Noite após noite ao se deitar em sua cama, eu sei que você pensa em um alguém especial, alguém que você queria que estivesse agora ao seu lado, ou algo mais simples, você precisaria apenas que esse alguém, se lembrasse de vocêChorar? já não é mais uma opção, as lágrimas saem mesmo sem querer, e então você percebe um enorme silencio ao seu redor, e por alguns instantes fica tudo tão vazio, calmo… só você e seus pensamentos. As pessoas irão dizer “não chore”, mas só você sabe a luta que é pra tentar esquecer. Mas agora preste atenção, levante a cabeça e de sim um lindo sorriso. E lembre-se saudade nunca se vai, recordações são pra vida inteira, e com o tempo você irá apenas  aprender a conviver com cada uma delas. E sabe todas as tristes lembranças? deixe no passado, e as boas?deixe-as também, e construa um agora cheio de felicidades.
De Junior Araujo -C.L 69 para todos que sentem falta de um alguém
Era um dia como outro qualquer, ou apenas parecia ser. Estava fazendo frio e eu andava pelas ruas, meia sem rumo, eu era nova naquela cidade. Não sabia o que fazer, para onde ir, me sentia perdida, desolada por tudo que havia passado. De longe avistei uma lojinha, parecia bonita, aconchegante, não sei o que me deu apenas aquele aperto no coração e resolvi entrar. Entrando lá avistei aquele que até então seria meu único amor verdadeiro. Ele era lindo, o sorriso dele me deixou paralisada, aposto que eu estava com uma carinha boba. Ouvi de longe um “Quer ajuda?” eu não respondi. “Ei, você quer algo? Nunca vi você por aqui”. Eu me lembro de sorrir e ficar sem graça, ele deve ter pensado ‘que garota idiota’, mas eu nem me importei. Peguei a primeira camiseta legal que estava ali, e disse “Quero está. Embrulhe para presente, por favor,” ele entrou e embrulhou perfeitamente, eu só o via de longe. Não sabia o por que, nem ao menos seu nome, mas tive uma vontade enorme de chamá-lo de ‘meu’. Ele sorriu e disse “Pronto, aqui está teu presente”. Eu saí da loja, olhando aquele embrulho, parecia ser o mais lindo que eu já vi. Chegando a casa o guardei, não tive coragem de abri-lo, nem de olhar como era a camiseta. Foi assim, todas as semanas, por dois longos meses. Eu havia descoberto seu nome, era Bryan, bonito não? Bom o Bryan não sabia nada sobre mim, só sabia que eu escolhia camisetas sem olhar, e ficava paquerando ele de longe. Eu sei que ele percebeu. Certo dia, pela ultima vez que fui lá, escolhi uma camiseta que achei bonita e disse “Embrulhe, o mais lindo embrulho, essa é para mim” ele sorriu, e fez como sempre, a coisa mais linda do mundo. Mais uma nova para minha coleção. Eu sai de lá, querendo voltar e dizer a ele tudo que sentia.Mal sabia que naquela noite algo não muito legal aconteceria. Passei a noite treinando o que falar ao Bryan, todas as palavras, os carinhos, os sorrisos. Acordei cedo e fui a loja, estava fechada, mas havia um homem na frente, ele parecia triste, perguntei o que houve. Ele disse já chorando “O Bryan, meu filho, faleceu nessa madrugada. Você não sabia? Ele tinha uma doença rara e não aguento mais tempo. Ora, como você não sabia?” Eu não o deixei terminar, sai correndo para casa. Mundo desmoronado, coração despedaçado. Eu me sentia só e perdida outra vez, chegando a casa peguei um de seus embrulhos e abri, não sei por que, resolvi abri-los. Um bilhete caiu no chão, nele tinha escrito “Oi, hoje descobri seu nome. Savannah né? És a mais linda garota que já vi. Espero um dia conhecê-la melhor, quem sabe, namorá-la. Por favor, me diga o que sentes por mim, já percebi teu olhar. Não me deixe só. Seja minha”. Eu não conseguia parar de chorar, não sabia para onde correr ou o que fazer. Abri todos os embrulhes e em cada um deles havia um bilhete, um mais belo do que o outro. Todos dizendo o amor estranho e enorme que ele sentia por mim […] Não importa o que se passe na sua mente, ou seu medo de ser rejeitada (o), diga enquanto é tempo. Talvez amanhã, seja tarde demais(Amanda de Andrade, desam0r)

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Ei, pensei em você esses dias. Por isso resolvi escrever esse texto. Tudo bem? Você ainda se lembra de mim? Espero que sim (:  Você deve estar se perguntando, o porque eu fiz esse texto pra você. Bom, nem eu sei direito, mas mesmo assim vou escrever.. Talvez você esteja achando que eu estou com ódio, raiva, até mesmo magoada contigo, não vou mentir, por alguns minutos eu senti, mas passou. Porque eu pude perceber que sentir isso, não iria adiantar nada, só iria me deixar mais triste. Queria te pedir desculpa, se algum dia eu te magoei, não foi minha intenção. Eu não queria ficar nesse clima chato com você, é ruim. Alias, faz um ano e pouco que nós se conhecemos, e toda amizade e sentimento que surgiu não poderia acabar assim, não é mesmo? E ao contrario do que você deve estar pensando, eu te desejo toda felicidade do mundo, mesmo que não seja do meu lado. E sabe todos os nossos desentendimentos, brigas? joguei fora, esqueci, espero que você faça o mesmo. É difícil, eu sei. E sabe todos aqueles poucos momentos, mas que foram bons? eu guardei aqui dentro de mim. E todas ás vezes que eu me lembrar de você, vou lembrar apenas de momentos bons, aqueles momentos que só eu e você sabemos. Hoje, eu consigo falar de você, sem que os meus olhos se encham de lágrimas. E todas ás vezes que me perguntarem, o que você foi pra mim, eu responderei que você fez parte de um dos momentos mais felizes da minha vida, que você é uma pessoa importante pra mim. Quando lembrar tenta me amar, me perdoar depois de tudo que fiz, eu nunca quis te magoar, quando lembrar tenta sorrir ♪ .. E independente de tudo, eu gosto de você, e nunca vou te esquecer! <3 '          você sabe.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011






Era noite de natal e ela não estava nada bem, distribuiu sorrisos para seus familiares como se fosse a menina mulher mais feliz e completa desse mundo, eles mal sabiam que ela estava destruída por dentro, quase morta. Ela sentia falta dele e de si mesma. Sentia falta da forma que seu mundo brilhava quando ele estava por perto. E sentia falta também do que ela se tornava quando ele estava por perto. Naquela noite ela não havia conseguido dormir, tinha chegado em casa, jogou os sapatos de salto em um canto qualquer e foi para o seu quarto (…) O relógio marcava 04:12 e ela ainda não tinha conseguido dormir. Seu rosto estava borrado, de tanto chorar a maquiagem se desmanchou. Seu travesseiro estava encharcado de tantas lágrimas derramadas. Sua roupa estava completamente amarrotada. E ele? Bom, ele já estava dormindo. Ele também sentia falta dela, da maneira que ela sorria e do modo que ele fazia ela sorrir. Ele sentia falta e não podia fazer nada. Pelo menos era o que ele achava. Ela sabia seu número de cor, embora nunca tivesse coragem pra ligar, mas de alguma forma aquela noite algo a incentivou a ligar, ela não sabia direito o que era (…) Ela pegou o celular e ligou, da primeira vez chamou até cair, mas ela ainda queria falar tudo que estava entalado ali, pegou o celular e tentou de novo, chamou, chamou e quando ela estava pra desligar ele atendeu.
Ele: Oi.. oi.
Ela: Oi.
Ele: Quem é?
Ela: (…) Eu sinto a sua falta. Eu tenho saudades de todos os curtos momentos que passamos juntos. Eu sei que você deve estar morrendo de raiva por eu ter te ligado a essa hora, eu sei o quanto você odeio que te acordem, mas eu sinto muito a sua falta. Sinto falta do seu olhar, do seu toque, do seu abraço, das suas brincadeiras idiotas, de como você adorava me irritar. Eu sinto falta de tudo. E eu.. eu não sei mais o que fazer com essa saudade que ta me matando. Eu juro que não sei. Já liguei várias vezes de celulares que você não conhece só pra escutar a sua voz e você deve ter ficado morto de raiva. Mas é que eu precisava. E eu juro que não do conta mais de esconder, de guardar tudo isso.Talvez até agora você não saiba quem tá falando e talvez não vá saber nunca, mesmo porque eu duvido muito que você tenha gravado o tom da minha voz - ela para, respira fundo e continua - Eu só quero te dizer que apesar de tudo eu ainda espero a sua volta, eu só quero te dizer que apesar de tudo eu ainda desejo que tudo volte a ser como antes, eu só quero que saiba que eu sinto a sua falta e que eu te amo muito. - ela desliga o telefone.
Ele: Eu também sinto a sua falta.. 
 3 times cold 


“Já faz um tempo que eu estou tentando escolher as palavras certas pra conseguir mostrar pra você tudo o que você significa pra mim. Nunca consegui, e tenho certeza que nem nunca vou, porque isso é algo simplesmente indescritível. Mas, bem, eu posso tentar te mostrar pelo menos um pouco de tudo o que eu sinto por você [Você é mais que alguém especial pra mim, você é a pessoa mais importante da minha vida. Não consigo mais imaginar um dia meu sem um sorriso teu, sem um abraço bem apertado, sem uma piada boba, sem te irritar. É como se uma parte de você vivesse em mim, e vice versa. É como se nunca houvesse existido um “eu” sem você antes, só alguém esperando por ser completado. Sim, isso é meio estranho, mas é a verdade. Por mais esquisito que pareça, eu não consigo lembrar de mim sem você. É como se eu já estivesse destinada a te conhecer, a precisar de você assim. Nunca acreditei, e nem acredito em destino, mas tudo isso, o nós que existe agora, é tão esquisito, me faz acreditar até nas coisas mais improváveis. Assim como nós dois. Quem diria que um dia você, logo você, seria a pessoa que eu mais preciso? Quem diria que eu iria me apaixonar tanto assim pela pessoa menos provável? E quem diria que “nós” um dia poderia existir? Quem diria que um dia eu me apaixonaria pelo meu melhor amigo? E quem diria que um dia eu, logo eu, iria acreditar em “para sempre”? Não, eu ainda não acredito que algo possa ser eterno. Mas agora eu acredito que o amor é sim capaz de durar até os nossos últimos dias. E isso é culpa sua, apenas culpa sua, como sempre, tudo é culpa sua. Culpa sua eu te amar tanto assim, precisar tanto assim de você, te querer tanto assim… Sua culpa, só sua. Todos esses meu planos feitos, esses sonhos bobos, você é o culpado de todos eles. Falando em planos… Ah, você nem imagina quantos planos eu já fiz para nós dois. Já fiz inúmeros planos para nós, e você não sabe nem a metade deles. Você sequer imagina quantas coisas já planejei para nós dois. Nós vamos nos casar sabia? E nós vamos ser o casal mais feliz desse mundo. Brigas? Vão ser só para decidir quais filmes vamos assistir no final de semana. Eu com certeza vou escolher um filme que tenha um ator super bombado, só pra te irritar mesmo. E vai funcionar. Você vai começar a discutir comigo, e eu com você, como duas crianças bobas brigando, mas no final vamos acabar não vendo filme nenhum. Ciúmes? Eu só terei ciúmes de você com o seu video-game e você terá ciúmes de mim com os meus livros. E nós dois teremos ciúmes do nosso cachorro que será de longe o ser mais mimado da nossa casa. Aliás, eu vou escolher a raça, nem adianta querer discutir comigo, o.k.? E nós não vamos ser um casal comum, até porque casais comuns sempre dão errado. E não, nós não vamos dar errado.Só para começar, quem vai cozinhar é você, porque eu definitivamente não sei fazer nada além de miojo. Eu serei a mulher mais preguiçosa desse mundo, e você será o marido meigo que fará tudo pra mim. Bem, pelo menos é assim que eu espero. Mas, na verdade, nada disso realmente importa. A única coisa que importa é que nós ficaremos juntos. Independente das dificuldades, ou do tamanho dos obstáculos. O que importa é que nós iremos superar todos eles,todos. E, o mais importante, juntos. Certo? Como eu te prometi, como você me prometeu, que nada jamais irá nós atrapalhar, nada. Juro que se depender de mim nada será capaz de nos interferir, nada jamais será maior que o nosso amor e a nossa vontade de ficarmos juntos. E são tantas coisas que eu gostaria que se realizassem na nossa vida, tantos sonhos para nós. Mas acho que agora é só uma questão de tempo, é só esperar pelo melhor de nós dois. É só esperar o nosso para sempre acontecer. Imagine só, poder acordar ao teu lado todos os dias e receber um beijo na testa. Dormir ao teu lado todas as noites e receber um beijo de boa noite. Poder brincar com o teu cabelo, poder te irritar enquanto estiver jogando video-game, poder te sujar todo enquanto estivermos cozinhando, poder ficar tacando água na sua cara enquanto estivermos tomando banho, poder te abraçar antes de ir trabalhar, poder te fazer rir sempre que você estiver mal, poder deitar no seu ombro quando eu estiver com vontade de chorar, poder te amar sem interferências. Poder te molhar enquanto estivermos dando banho no nosso rottweiler, poder “assistir” filmes com você todos os sábados anoite, poder deixar você mexer no meu cabelo antes de dormir, poder jogar futebol com você mesmo você sendo um péssimo jogador, poder ver você ficar bravinho de tanto eu falar daqueles vocalistas lindos das minhas bandas prediletas, e poder ser sua em tempo integral [Mas, por enquanto, isso tudo é só um sonho distante, planos para um futuro nem um pouco próximo. Mas, tudo bem, não vejo problema. Por você, eu esperaria quanto tempo fosse preciso. Porque o que eu sinto por você é algo mais forte que eu mesma, algo tão incrível que me faz querer lutar, não importa contra o que, só por mais um tempo com você. E você é com certeza a pessoa que eu quero pra sempre do meu lado. Pra me encher o saco, para não me deixar dormir, para ficar me cutucando até eu ficar brava, pra mexer no meu cabelo e me deixar morrendo de sono. Você é a pessoa a qual eu quero pertencer pra sempre. E quer saber mais? Eu te amo, mais que tudo, pra sempre.“ (n0panic)

Minha querida, qual razão por estar tão triste? Foi ele? Aquele idiota que quebrou seu coração ou foi apenas saudade de alguém que se foi? Tem vontade de conversar mas ninguém te ouve? Ou guarda suas mágoas para si mesma? Sei que te julgam sem nem ao mesmo te conhecer e por mais que você não demonstre , eu sei que você se sente mal por isso; também sei que muitas vezes você finge ser quem não é só para agradar aos outros, e hoje eu te diria ” pare com isso, pare de tentar fazer tudo para todos e nada para você”. É difícil né? Difícil sentir a pressão do mundo inteiro caindo sobre sua cabeça e você não poder fazer nada para tira-lá de vista. Difícil ver o mundo cheio de hipocrisia , preconceito e várias outras coisas. Eu sei que o que você mais quer é sair voando e gritando que você já não se importa mais , que quer ficar sozinha sem ninguém para te perturbar; mas não é possível fazer isso , você tem que engolir o choro toda vez que dá vontade de soltar milhões e mais milhões de lágrimas não é mesmo? Eu sei que você muitas vezes pensa que não tem ninguém te ama , que ninguém se importa com você , mas isso é mentira,um monte de gente vai sempre estar do seu lado quando a tristeza vier; lógico que sempre vai ter alguém que vai querer acabar com o seu dia te deixando pra baixo , mas sabe o que você tem que fazer? Sair andando e fazer todos se perguntarem porque depois de todo o seu dia cansativo, você ainda está usando a sua mais poderosa arma o sorriso. Eu sei e tenho certeza que você consegue aguentar mais um dia(madrugadas*deinverno)