segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Quero mudanças, quero paz, felicidade, sorrisos verdadeiros. Quero um outro eu, um outro alguém, esse não quero mais. Esse está cansado, ferido pelo amor, já não ri como antes. Quero novos dias, novos olhares, novos desejos, e um novo amor. O que tinha morreu, desapareceu com o tempo, deixou nesse eu um buraco enorme no peito e um coração para cicatrizar. Preciso de um novo eu.         
                                      Richard Netto
Eu sei que já passamos por tantas coisas, e sei que nenhuma delas foi fácil , e que chegaram horas , que parecia ser até mesmo o fim de tudo , mas não  ,o nosso amor sempre falou mais alto , porque quando um sentimento é verdadeiro , ele resiste a tudo , até mesmo a distância , brigas e separações. E se depender de mim nossa história nunca vai ter um ponto final , e se tiver , que seje pra começar um novo parágrafo , mais nunca um fim .


(28th June, 1 year and 4 months)
Eu fecho meus olhos e automaticamente surge aquela cena na minha mente. Eu estou ali, parada na porta, com um vestido que você provavelmente não gostaria que eu usasse porque acha que mostra muito meus ombros. E você está mais a frente, me esperando. Olhando para mim com aquele sorriso que poderia iluminar uma cidade. Enquanto caminho até você, me lembro de como eu esperei por esse momento. Me lembro do nosso primeiro beijo. Aquele que enquanto brincávamos e riamos, você roubou e depois saiu correndo, e eu fiquei sem saber o que fazer. Me lembro de quando você me pediu em namoro e eu te bati, pensando que era brincadeira sua. Me lembro até das brigas, mesmo as de brincadeira, porque de certa forma, nos conhecemos melhor por causa delas também. Me lembro de tudo que fizemos para ficarmos juntos. Me lembro das noites em claro… e das tardes, que passamos fazendo as nossas coisas. Me lembro dos planos, que vamos concretizar a partir do momento em que dissermos ”sim”, mais uma vez. E você sabe que eu sou uma boba chorona, então eu não vou aguentar segurar as lágrimas quando realizar meu maior sonho. E quando finalmente eu chegar até você, quero olhar nos seus olhos e sussurrar que eu te amo, meu amor.  (fairykah)
A garota entra no bar e logo se dirige ao balcão.
— Uma dose de vodka, por favor, o mais rápido possível, estou com pressa.
— Mas para que tanta pressa assim, moça?
— Não importa, dê-me logo a vodka.
— Olha, não queria incomodar, mas tu não tens idade para beber, moça.
— Como tu sabes? Não tem prova de nada. Anda, não vou pedir de novo.
— Olha, eu não tenho autorização para vender bebida a menores, portanto, não adianta insistir.
— Tudo bem, você venceu, moço. Eu não tenho idade para beber. Mas sabe o que é? É que está difícil, sabe? Está doendo aqui, e eu não consigo mais aguentar. Eu não sei mais o que fazer para aliviar essa dor. Minha vida está cheia de problemas, e eu estou precisando esquecê-los. Então, por favor, só entre nós, me dê uma dose de vodka? Eu vou pagar, não se preocupe…
— Não posso, moça. Não tenho autorização, já disse. Mas me responda uma coisa… por que tantos problemas se és tão nova?
— Não sei viu, moço, pior que não sei… De repente minha vida virou de cabeça para baixo, e como se eu estivesse num quebra cabeça na qual as peças não se encaixam corretamente, entende?
— Entendo, moça… Te entendo bem. Mas me diz, isso tudo é por amor, moça?
— Pois é, moço. Tudo por culpa do tal do amor… Um sentimento tão doce, mas que traz tantos problemas…
— Ah sim, te entendo bem, já sofri muito por esses problemas. Mas qual problema te afeta mais, moça?
— Para falar a verdade, sou eu, moço. O pior problema sou eu.
(sohurtmyheart)
Ela o amava, amava o perfume de roupa limpa dele, amava o jeito com que ele a acordava, amava o jeito que ele se ajeitava, amava o jeito que ele se irritava quando ela gritava com ele cheia de ciúmes, amava a bagunça que ele fazia pela casa, amava o cabelo dele todo bagunçado, amava o jeito que ele ficava com ciúmes, amava o carinho que ele fazia nela todas as noites antes de dormir, amava ouvir ele sussurrando em seu ouvido que a amava … Ela Simplesmente o amava por completo. Ela o amava porque ele a fazia amar todos os dias … Ela o amava pelo simples fato de ele só existir para ela.                                  — Uma Poeta em Ecstasy
E agora pode-se de dizer que não me restou nada, e que tudo de ruim que não ousou a acontecer antes, está acontecendo agora. Pude ver me perdendo, e perdendo as pessoas de mim também. Caracterizo-me um pedaço de vácuo, de algo singelo e murcho. Sem vida alguma ao redor, invisível. Pude-me sentir sendo esquecida, sendo deixada de lado, por motivos banais e singulares. É, singular. Me via tanto em um plural avulso que de uma noite a outra me tornei singular, pasma, sem caráter, sem respectivos planos quanto ao futuro. E posso não me assegurar de que o meu amanhã talvez seja certo, ando tanto errada, que é capaz de eu parar de existir… se é que me entende […]
Talissa Verona
Mas eu sou uma cega, estúpida e boba. Mergulho em coisas rasas que acabam me fazendo quebrar a cara. E acredito nas pessoas erradas. Mas tudo bem, aprendi que se machucar, te ensina a evitar mais e mais cicatrizes. Larissa Reis
“— Queria você ali, na minha cama deitada comigo, abraçados, juntos, apenas eu e você e o mundo que se foda.
— Eu também queria.. Esquecer o mundo agora seria ótimo, ainda mais com você.
— Você seria a unica que em meio de toda essa confusão, me faria esquecer tudo sem pensar duas vezes.
Você não sabe o quanto eu desejo que isso fosse verdade.
— É verdade, no fundo você sabe.
— Se eu soubesse, não estaria insegura assim.
Eu só quero você.
— Eu não posso me apaixonar por você, é errado…”            — Luiz Kaique.
Você tem um efeito sobre mim que ninguém jamais teve. Sinto uma conexão entre nós dois, tanto em formas de pensamentos como em maneiras de agir. Isso me confunde e ao mesmo tempo me encanta. Quando estou contigo, sinto que lhe conheço desde sempre, sinto que sei muito de você, sem ao menos ter certeza de nada e, percebo que você sente o mesmo -ou, pelo menos, aparenta sentir. É estranho, eu sei. Mas tenho a impressão de que a nossa ligação é forte, mais forte do que imaginei que seria. Eu preciso de ti. Entende?
Ele era relaxado e ela totalmente estudiosa, enquanto ela ouvia músicas de amor , ele ouvia aquele rock pesado que ela detestava. Ela amava filmes românticos e ele só assistia terror. Ela vivia com seu pai , sua mãe e seu irmão , ele viva apenas com sua mãe. Ela era católica e ele ateu. Enquanto ele odiava ler, ela amava. Ele gostava de longas noites com festas , já ela preferia ficar deitada no sofá a noite inteira. Vai ver que era por isso que eram tão perfeitos , o que um não tinha , o outro completava.
Cara, ria, ria da porra toda. De você, de mim, dos outros, do que pensam, do que dizem, dos teus problemas. de tudo. Liga o foda-se. Aproveita, ri de tudo e é isso aí. Tudo é passageiro, é tudo estado nessa vida, não se importa com nada não. No final, tu não vai levar nada contigo. Não se leva nada da vida. Só se deixam. Se deixam lembranças. e tu quer deixar um sorriso como lembrança, ou tua preocupação com os problemas pra quem fizer?
Pedro Rocha 

sábado, 29 de outubro de 2011

                                            Não grite a felicidade alto, a inveja tem sono leve.
                    Eu não mudei. É que ultimamente algumas coisas tem me fortalecido mais.

Nada nunca está bem, mesmo quando parece estar, o sorriso está escondendo alguma coisa, alguma dor.
                                   Grandes amizades não se perdem por motivos pequenos.
                                                                                      ddc á : BrunaLorena(:
Odeio promessas. Se elas não te decepcionam, te deixam na espectativa de algo que não vai acontecer.
                                                     A gente só vai descobrir se tentar.
Eu sei que por muitas vezes errei com você, as vezes digo coisas que você não merecia ouvir, e por mais que isso doa em mim, eu faço sem pensar, me perdoe, te peço perdão mil vezes se preciso por te amar tanto assim, te necessitar tanto assim. E tenho medo, medo de que essas atitudes idiotas me façam te perder, medo de não ser o melhor pra você.

Mas vem com calma. Diz com paciência, pode se engasgar um pouco com as palavras e corar as bochechas. Eu adoro quando você fica sem jeito. Mas seja categórico, e não me machuque tanto. Escolha as palavras certas. Não faça um discurso demorado e com palavras difíceis, muito menos chegue com um trecho de um texto do Caio Fernando Abreu. Eu só preciso de simples gestos, sabe? Só quero que você não só me empreste sua blusa quando estiver frio, mas também me abrace forte. Eu quero que você me conte qual é seu maior medo e que eu seja sua confidente. Pode me dizer qual é o nome da garota que você achou bonita, eu posso até ficar com raiva ou com um ciúmes muito expressivo, mas depois eu vou ficar bem. Eu acredito que você realmente goste dos meus defeitos e das minhas qualidades; do meu eu por completo. Ou se não gosta eu tenho fé que irá gostar um dia. Eu sei que vai chegar um momento em que você vai olhar para mim e dizer: “Garota, por que você é tão boba? E por que eu te amo tanto? Mariana Rangel
Contar até três, respirar fundo, fechar os olhos, abri-los, falhar. Rotineiro, cansativo, decepcionante. Avistar a mesma cama desarrumada, o mesmo quarto bagunçado e a mesma porta trancada, mas nunca ver tuas suaves e delicadas mãos tocando a maçaneta, teu perfume impregnado em minhas cobertas e teu sorriso iluminando o cômodo obscuro. […] Ajoelho-me frente à cama, rezo, prezo, aguardo, peço pela sua segurança apenas, pois tua felicidade eu quem quero criar e ti vivendo ao meu lado, só o tempo trará. Cozinho o almoço imaginando teus braços à minha volta, criticando meus erros ao temperar a comida e guiando minhas mãos para que eu não cometa falhas. Deito à banheira imaginando ti em meus braços, brincando com a espuma, jogando água um no outro, correndo pela casa encharcados. Durmo agarrado ao travesseiro, desejando um dia, envolver teu corpo ali ao meu lado por toda a noite. Deito ao sofá com o coração palpitando, constantemente abalado, em momentos raros minhas mãos tremem, a esperança de ouvir a campainha soar, olhar pela janela e ver-te lá fora é tão grande que mal percebo se a televisão está ligada ou desligada. Mal ligo para o interior da casa na verdade, o que me interessa está lá fora, muito longe fisicamente, extremamente perto, porém intocável, sentimentalmente. Seu nome; seu sobrenome; seu sorriso; seu abraço; você; é só o que passa em minha mente. […] Dizem que ao morrermos um filme passa em nossa mente, porém, descubro agora que ao começarmos a viver também ocorre essa rápida aparição de cenas à névoa que atravessa nossa visão, não ao nascer, mas ao olhar para frente e decidir viver de verdade essa vida dada a nós. Sim, decidi viver agora, um filme passou em milisegundos diante à mim, não um filme de momentos intensos que vivi mas sim um filme de desejos futuros, que neste exato momento, decido cumprir a qualquer custo, a qualquer forma, enquanto eu respirar. Um futuro sozinho ? Não, impossível, neste filme, meu futuro acontece a quatro. Eu; você; nossos filhos. Aliás, deixe-me lhe contar querida, eles terão teus olhos, teu narizinho delicado, tua pele macia e teu sorriso envolvente, como é de se esperar, és tão bela, creio que a mais bela de todo o reino, de todo o mundo, de minha vida. […] Prevejo nosso futuro a todo instante querida, sonho com ele, recrio ele a cada dia em minha imaginação, só não o perco de vista, gravo detalhadamente cada local e gesto, tudo, para que no futuro, juntos construamos lado a lado, sorriso por sorriso, momento por momento, os meus sonhos unidos aos teus sonhos, realizados na historia de um lindo casal eterno. Historia que só terá um fecho, após a realização do último desejo e da última vontade, onde poderemos dizer “valeu à pena meu amor”. […] Sem problemas anjo, eu espero, conto e reconto até um milhão todos os dias, pisco, respiro fundo, rezo e me decepciono diariamente também, porém, nunca desisto. Eu vou até o fim para ter-te ao meu lado, todos os dias, tomando café, almoçando e jantando juntinhos, amando-lhe vinte e quatro horas por dia, sem medo de ser feliz. E relaxe anjo meu, se depender de mim, o pedido de casamento que tanto espero e anseio cumprir, não demorará a vir, e aonde quer que esteja, se cuida minha pequena, por mim, por ti, por nós. Rafael D’Angelo
Ando precisando de novos ares, novos objetos, novos materiais que me reconstituam. Ando precisando pegar um trem, sumir por um tempo, ver quem sente minha falta. Ando precisando de mais desapego, menos críticas, e uma boa dose de ”eu mesma”. Preciso me encontrar, me achar, de uma maneira que tudo faça sentido novamente. Ando precisando desatar meus nós, quebrar os laços, ir além desse túnel que me prende, me sufoca, me mata. Ando precisando repensar, constituir esse mal inevitável que corroe em meu sangue. Falta de amor próprio? Talvez. Frieza demais? Sim, de um modo clichê que sempre me vem a tona,sim. Ando precisando me recompor, olhar pra minha vida, ver quem sou, distinguir meu futuro, enquanto me jogo entre meras palavras que me faltam cada vez mais. Estou presa; Perdida na minha própria amargura que me desconforta a cada dia que passa, na qual eu pude denominar de vida.  
Eu podia sentir você perto de mim na distância em que estávamos. Fechava os olhos e via sua imagem, mas quando os abria não era tão bom assim, você não estava. Sua ausência estoura meus pulmões com esse aperto que você deixara, meu coração é torturado até o fim, dele só sai a saudade, a vontade de estar em teus braços novamente, repetitivamente, incansavelmente… Fico sonhando com o dia da sua chegada desde que não haja um adeus. Não suportaria dois adeus, três adeus, não suportaria viver mais um dia sem te ver. Estou aguentando a ansiedade, suportando a saudade, gelando… esperando você para me esquentar.
 Paula Férfer
Você sabe me fazer voltar atrás em tudo que digo. Me desarma. Me arranca as pedras, a desistência, os pesadelos… Se você não vem, eu morro todos os dias. Contigo eu consigo nascer. Em ti, a morte não existe. Meu bem, não finja não saber que de seus olhos nascem a esperança que eu tanto preciso. Por favor, não tire seus olhos dos meus. Se você me olha, eu estou salvo. Se desvias sua atenção, a morte, essa que não existe em ti, sim, ela me abraça forte. Te preciso tanto tanto tanto.
Diego Nunes
Ela estava sem forças, jogada, não se sabe bem se jogaram-na ou se ela mesmo jogou-se - não se sabe -, mas estava difícil levantar, já não conseguia ser mais aquela menina cheia de alegria, sorrisos jogados, amores sem descompreensão que antes era; agora apenas mais uma daquelas garotas de coração partido, cheio de frieza, mas ainda assim muito frágil. Mas o pior de tudo é que ela se deixava sofrer, mutilava-se, fazia-se sofrer de uma forma horrenda, lia coisas sabendo que a machucaria, via coisas que a feriam profundamente, e, sem saber o motivo, fazia isso todos os dias, incalculavelmente se fazia doer, mas isso no seu particular, em seu quarto, em seus lugares isolados, não deixava transparecer toda aquela mágoa que inquilinava seu coração….
Talvez ela precisasse de alguém, mas, ao seu ver, ninguém precisava dela.
Fingia ser um muro intrespassável, poucos conseguiam quebrar aquela barreira criada diante de si, poucos conseguiam compreender o que realmente se passava em seu coração ou sem sua mente, quanto mais perguntas faziam, mais dúvidas surgiam, era um complexo de gauss imensurável e sem resolução final. O que queria ver-se diante disso tudo, era se ela conseguiria levantar, engatinhar, andar e correr, fazer de volta todo o processo de sua formação, mas as forças já haviam se esvaído e simplesmente ficou ali… estática, sem saber pra onde ir, ou mesmo com quem ir, talvez fosse melhor, nesse tempo, ficar apenas consigo mesma, os outros a machucavam por demais… E ali ficou.
Ficou.
Ficou..
Ficou…
Levantou.
Caiu.
Voltou.
E ficou - como de costume -.
[warllyssong ]
Odeio me sentir assim. Sem razão alguma. No fundo, as coisas fazem sentido quando estão dentro de mim. O problema é que eu nunca consigo liberá-las de forma suficiente para que se mostrem lá fora. Nesse momento, me recolho. A razão que tenho aqui, as verdades que seguro não valem de nada fora da minhe mente. Eu gostaria de olhar nos teus olhos e explicar o que sinto, explicar meu ponto de vista, mas…deixa. Ser o vilão da história me tira todo o direito de conseguir um lugar nos bons da história. Queria não ter errado, queria não ter essa sensação de ter perdido para sempre. Queria não ter jogado tudo para o ar, colocado tudo a perder - pois você é meu tudo. Milhares de borboletas residem em mim. Borboletas negras. São tão a favor de seu habitat natural que nunca saem. Nesse momento, a única coisa que eu gostaria era de libertá-las, fazê-las voarem livre. E assim, quando finalmente mais leve, pudesse voltar. Voltar para você.

Papai do céu, cuida dele por mim tá? Protege ele, de todo o mal. Ei papai do céu, realiza os sonhos dele tá? Dos possíveis até os mais impossíveis. Papai do céu, houve as orações dele, por mais pequenas que sejam. Papai do céu, não deixa ele me abandonar tá? E caso ele faça isso, faça ele perceber que sem ele, meus dias não terão graça. Meu sorriso some. Minha risada não é a mesma. Papai do céu, me faz só mais um favor? Não permita que aquele sorriso lindo dele suma tá? Preciso dele.
É impossível não sorrir ao pensar em você. (cs)
Talvez o amor seja isso,algo impossível de se explicar mais maravilhoso de se sentir.        (utopia53)
Porque quando você se vai, parte de mim também se vai. Talvez seja porque existe tanto de você em mim, por você ser o único que consegue de verdade me fazer levantar, quando o mundo todo está tentando me derrubar. Eu construi um mundo que só gira em torno de você. Todo minuto do dia eu só penso em você. Os meus planos e meus sonhos são contigo, vejo isso por pensar no futuro com você ao meu lado, por você ser o unico que vem na minha mente sempre que ouço ou vejo a palavra amor. As lágrimas começam a rolar e meu coração dói só de pensar em te perder. É, talvez seja verdade que não posso viver sem você. (SheOvercame)

“Eu sei que você é um pouco nova demais para ouvir isso, mas eu sinto como se você tivesse um bom coração e algum tempo para escutar. Você nem precisa postar isso. Eu apenas preciso tirar um peso de meu peito. Meu último namorado foi honestamente meu primeiro amor verdadeiro. Ele era tudo o que eu sempre quis e precisei. Nós estávamos juntos a 1 ano e 9 meses. Uma noite, Eu estava muito doente então eu fiquei em casa. Eu queria que meu namorado viesse me ver mas ele disse que não podia. Eu percebi que não era nada importante, ele provavelmente estava ocupado. No outro dia, meu amigo me mandou uma mensagem dizendo que ele viu meu namorado e outra garota no shopping. Meu coração se partiu. Eu não conseguia acreditar que aquele garoto pelo qual eu era apaixonada estava saindo com outra garota. Isso foi a pior coisa pela qual eu já pude passar. Eu estava muito arrasada, e eu estava tão mal que eu terminei com ele. No dia seguinte, a familia dele encontrou-o em sua cama. Ele teve uma overdose e faleceu. Os pais dele encontraram um pequeno envelope em que por fora estava escrito “Eu estava apaixonado por ela e ela quebrou meu coração terminando comigo. Eu ia propôr algo a ela, mas ela não me ama mais.” Dentro do envelope, estava um anel. Quando ele foi até o shopping, ele estava com a irmã dele. A irmã disse que eles foram até o shopping para comprar aquele anel para mim. Já faz um ano agora e eu ainda não me perdoei por ter tirado conclusões tão rapidamente. Eu uso o anel todos os dias… Eu sinto muito a falta dele.”               anônimo.
A Paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.
Ei, você, novo garoto que pretende entrar na minha vida e acabar com o meu coração de novo. Presta atenção. Acho que você deve saber umas coisas sobre mim. Primeiro, eu sinto falta dele todos os dias, até sem perceber, mesmo sabendo que ele dormiu pensando em outra. Eu gosto de carinho, principalmente do carinho que ele me dava, de no meio de uma conversa boba parar e dizer que me ama. É muito importante você saber que na chuva eu quero companhia. Nunca me deixe sozinha no frio, quero abraço, mesmo se você tiver a 3000 quilometros de distância de mim, pelo menos me mande uma mensagem dizendo que vai me esquentar. Quero que me faça rir quando eu quiser colo. Fala com ele, ele te ensina os truques que ele tinha, vai te ajudar muito. Quando eu te falar pra ser feliz com outra, nunca, nunca, nunca vá. Se não for pra ficar comigo pra sempre, não fique comigo dois dias. Me incomode bastante. Tire minha razão. Me provoque. Me faça ciúmes, mas cuidado, eu vou fechar a cara com você por horas. Lembre-se, eu estou tão certa quanto a cor do céu e você tão errado quanto os juramentos políticos. Não importa se você tiver culpa ou se eu tiver culpa, vá atrás de mim, eu só estou procurando um pouco de segurança. Ele costumava me chamar de chata, então, me chama de chata porque eu sou chata. E se você conseguir me fazer sentir o que ele me fez, eu vou ser mais chata ainda por não querer largar de você. Olha, faz o seguinte, bagunça esse cabelo e bota um sorriso bobo nessa sua cara, fica sem graça de vez enquandoo, tipo, sempre, ele fica lindo assim, quer dizer, você tem que ficar lindo assim. Vou pedir pra ele te mandar um e-mail dos meus defeitos, manias, costumes e gostos musicais que ele não suporta, vamos nos dar muito mal, mas se você fizer igual ele fez, vou ser totalmente apaixonada por você. Mas por favor, não faça igual ele não, não vá embora quando eu mais precisar do seu amor.  (p.s)
Sabe o mais engraçado de tudo? Eu já chorei muito. Fiquei horas chorando e me lamentando. Fiquei dias pensando em como seria. Fiquei meses sonhando com um amor perfeito. Mas ai eu aprendi, finalmente aprendi que eu teria que ser feliz. Teria que engolir o choro e seguir em frente. Não adianta em nada ficar insistindo no mesmo erro diversas vezes. E foi nesse momento que eu rasguei a página, essa página da minha vida que me fazia tão mal. Decidi reescreve-la de uma maneira melhor, e nela a única coisa que escrevi, foi: “Eu sou muito melhor que ele, eu não mereço chorar por quem não merece nem minhas falsas paralvras, eu realmente não preciso disso. Eu preciso sorrir um pouco mais, temer um pouco menos e parar de ser tão vulnerável” . Foi nesse momento que eu comecei a ficar assim. Criei esse escudo para me proteger das pessoas que poderiam me magoar. E agora é assim: Quer? Vem atrás. (onebitchcrazy)
“Sempre acho que namoro, casamento, romance… tem começo, meio e fim. Como tudo na vida.  Detesto quando escuto aquela conversa:
- Ah, terminei o namoro…
- Nossa, estavam juntos há tanto tempo…
- Cinco anos…. Que pena… Acabou…
- É… Não deu certo…
Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou. E o bom da vida, é que você pode ter vários amores. Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam. Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro? E não temos essa coisa completa. Às vezes ela é fiel, mas é devagar na cama. Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel. Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador. Às vezes ela é muito bonita, mas não é sensível. Tudo junto, não vamos encontrar. Perceba qual o aspecto mais importante para você e invista nele. Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia. E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona. Acho que o beijo é importante, e se o beijo bate, se joga… Se não bate… mais um Martini, por favor… E vá dar uma volta. Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer. Não brigue, não ligue, não dê pití. Se a pessoa tá com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar… ou não. Existe gente que precisa da ausência para querer a presença. O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa realmente gostar, ela volta. Nada de drama. Que graça tem alguém do seu lado sob pressão? O legal é alguém que está com você, só por você. E vice-versa. Não fique com alguém por pena. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento. Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia? Gostar dói. Muitas vezes você vai sentir raiva, ciúmes, ódio, frustração… faz parte. Você convive com outro ser, um outro mundo, um outro universo. E nem sempre as coisas são como você gostaria que fosse. A pior coisa é gente que tem medo de se envolver. Se alguém vier com este papo, corra, afinal você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível. Na vida e no amor, não temos garantias. Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear. E nem todo sexo bom é para descartar… ou se apaixonar… ou se culpar. Enfim…quem disse que ser adulto é fácil?”
     (Arnaldo Jabour)
Fico triste em saber que você não está bem e pior ainda quando diz que precisa muito de um abraço meu. Fico triste em pensar que ela pode te ver todos os dias e eu não, fico triste por não poder te tocar, sentir o teu calor, olhar no fundo dos teus olhos e saber que sente o mesmo por mim. Toda essa distância me corrói aos poucos trazendo as lembranças do que já vivemos juntos e apesar de tudo é ela que me mantém, que me deixa aqui correndo atrás de tudo para que dê certo. Você me faz sentir melhor quando estou mal, entende o medo que tenho de amar, me protege de tudo o que possa fazer mal, sabe que às vezes preciso de um tempo sozinha. Você me respeita, acima de qualquer coisa é um grande amigo e em razão de todo aquele passado que preferimos não lembrar, sabe esperar o meu tempo pra que um dia esteja aqui do meu lado.
Love And Drama 
Medo de amar? Parece absurdo, com tantos outros medos que temos que enfrentar: medo da violência, medo da inadimplência, e a não menos temida solidão, que é o que nos faz buscar relacionamentos. Mas absurdo ou não, o medo de amar se instala entre as nossas vértebras e a gente sabe por quê…. (Martha Medeiros)

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

          Finge que não doí, um dia você acaba acreditando.
Olhos fixos no fracasso, lábios depravados mordendo inferiormente um ao outro. Uma marcha fúnebre parecia tocar ao rádio, que conspirava contra meu estado emocional. Minhas mãos ágeis acompanhavam a estrada reta e esburacada, alertas a qualquer mudança de rumo. Seguravam o volante com uma leveza surreal, apesar de conterem um aspecto mais forte do que realmente se era depositado. Meus dedos batucavam seguindo o ritmo lento e nostálgico daquela música, que posteriormente eu havia reconhecido. Cansada de ouvir a mesma batida entediante, movi meus braços em direção ao aparelho, apertando os botões na busca de uma nova estação. Pop, rap, rock, jazz… Nada me agradava. Por fim, apenas liguei o CD Player, sabendo o que me esperava a seguir. Aquela música. Ah, aquela. Mais conhecida como “nossa música”, começara a tocar. A voz suave e dançante da cantora conduzia-me ao desconhecido. O que será dessa vez? Lágrimas, sorrisos ou simplesmente conformação? Nada parecido ansiava em minha mente. Uma mistura de tortura, aflição e atraso, desconfigurava-me por completo. E o poder de meu peito flamejante, opôs-se mais uma vez sobre tudo. Com os sentimentos a flor da pele, e a pouca razão que ainda me restava sendo ignorada, desisti mais rápido do que pretendia. Deixei meu coração guiar. Sozinha, em uma estrada deserta que inconscientemente sempre me levara ao mesmo lugar, acelerei o carro. A música continuava a tocar, em sua mesma melodia ensurdecedora de corações. O meu? Não estava apenas surdo, encontrava-se cego também. E nesse momento, controlando meus movimentos, só me arrastava até mais perto de você.
Virou pó. Fotografia. Se tornou passado, meu amor. Lembra aquela intensidade que nos fazia acreditar no “para sempre”? Se foi. A intensidade se foi, o “para sempre” se foi. Se foram junto com você, pequeno. Pegaram carona na tua mala feita que me esperava naquela manhã triste. Pegaram carona com as tuas palavras naquele dia mórbido: “-decidi ir em bora”. Sabe que levou tudo junto não é? Mas amor, o meu coração, por favor, devolve? (…) Me abandonar foi fácil? Não exijiu esforço me virar as costas? Quem sabe você encontraria alguma menos cheia de defeitos, quem sabe você encontraria alguma menos possessiva. Encontrou, querido? Encontrou aquela que te faz lembrar meus olhos? Ou desistiu do amor? Eu escolhi essa segunda alternativa. Desistir do amor, quem sabe me fizesse desistir de você também. Mas permaneçe aqui, meu bem. Continua aqui dentro de mim, talvez não seja tão fácil quanto eu pensava, talvez não seja apenas abrir a porta e sair. Nunca pensei que fosse tão difícil continuar do lado de fora. Do lado de fora da tua vida, do lado de fora da tua casa; (…) do lado de fora do teu coração.
-Paula Bessa
Então finge, garota. Finge que não sente, que não vê. Finge que está tudo bem. Pode fingir, pode agir como se nada afetasse. Finge que a verdade não dói, que as coisas não machucam, que as palavres não ferem. Finge que o buraco cicatrizou, que as pessoas sabem curar, finge que se acostumou com tudo, que mudou. E tarde da noite, quando deitar na cama, chora tudo. Tudo o que pode, que consegue, que quer. Mas enquanto não cai a noite, finge que não se importa. Que as feridas recentes não atrapalham, que falar sem pensar não é consequência. Finge que o mundo não gira, que a vida não corre. Finge que nada mais vai te afetar, que ninguém mais vai conseguir atrapalhar. Finge. É melhor fingir, garota. As pessoas preferem assim, as dores encaixam no tempo, se acostumam com tamanha falta de verdade; com o excesso da mentira. Finge. Age como as pessoas querem. Age como se nada acontecesse. A verdade mesmo é que não querem saber como estão e sim como vai evitar machucar os demais. E não importa o quão ferida estejas, garota. Simplesmente finja. Finja que é forte o suficiente, mesmo que não seja.
Rafaela Marques
Eu conheço o seu coração. Seu coraçãozinho que já foi quebrado, estilhaçado em mil pedacinhos, como um copo de cristal que cai no chão. Conheço seus pensamentos, cada um que passa na sua mente, conheço os seus sonhos, conheço os seus desejos, o que você gosta e não gosta. Além de tudo isso, eu conheço a dor que você sente. Não por conhecer tudo, mas por sentir ela com você. E quando você chora, eu choro junto, quando você se tranca no quarto, eu não deixo ninguém entrar, te coloco no meu colo e deixo você chorar, até que durma. Agora você sabe porque se sente em paz quando chora? É porque eu recolho suas lágrimas, para que eu as chore no seu lugar. E quando sua dor para, é porque eu estou sofrendo por você. Eu estou quieto, e você está se remoendo de raiva de mim. Estou quieto, porque quero preparar algo maravilhoso no fim do tunel, para que você perceba, que mesmo que tenha sido escuro por todo o caminho, eu estive ali, na sua frente, retirando todas as pedras pra você, se machucando por você, sangrando no seu lugar… Você sofreu, eu sei, mas sofreu o minimo, aquilo que eu sei que você poderia sofrer, o que você não podia, eu sofri. Você está com raiva de mim. Mas eu não me importo. Porque eu te amo além de tudo. E vou continuar sofrendo por você, vou continuar chorando por você e com você de noite, de manhã, de madrugada. Vou continuar do seu lado quando você se trancar no quarto pra escutar qualquer musica no ultimo volume. Vou te amar. Mesmo que você me odeie e não me queira mais, vou continuar te querendo. Mesmo que sinta muita raiva de mim, a unica coisa que eu vou fazer é te amar mais.
Com amor,
                 DEUS.
Cada pessoa que cruza o seu caminho, vem com um objetivo. Uns vem para te fazer sorrir. Outros para te fazer sofrer. E você? veio para me fazer viver. Ás coisas seriam mais fáceis se eu tivesse você aqui. Ao meu lado. Teria tamanha alegria ao acordar todas ás manhãs e enchergar seu rosto junto ao meu. Poder encostar levemente em seu colo e receber aquele mimo. Mais infelizmente a vida não é fácil. E eu aprendi a me contentar com o pouco. Aprendi a sorrir em apenas olhar uma foto sua. A me emocionar ao ler algo vindo de você. A acelerar meu coração pelos simples fato de ver sua janelinha piscando. Distância é algo tão quanto masoquista. Ela me impede de te ter. E isso machuca. Existem dias em que a única coisa que eu realmente precisaria era um abraço seu. Eu me sinto incompleta ao olhar pro lado e não te ver. Eu me sinto mal ao querer e não poder. A dor mais uma vez bate a minha porta. Ela insiste em permanecer. É ai que eu escuto sua voz. Em meio a tanto barulho ela me acalma. Me traz paz pelo fato de ser sua. Em noites sombrias o céu é minha única companhia. E como toda noite possui sua estrela brilhante, eu possuo você, minha estrela dominante. Me disseram uma vez que quando queremos algo, devemos correr atrás. E dar o nosso melhor para possuir o que queremos. E eu dou o meu melhor para ter você aqui. Comigo. Sonhar não é besteira. Acreditar não é bobagem. Sonhar é ter fé. É correr atrás e alcançar. E apesar dos tombos eu continuo na luta. Quando você acredita em algo, o universo conspira ao seu favor. E que seja assim. Que ele te traga para mim.
E como todos dizem o tempo passa, e ele realmente passou, mas faltou levar consigo todas as lembranças, todas as dores, todo o sofrimento… Por que as pessoas teimam em dizer que tudo passa com o tempo? É mentira, mais uma mentira… O tempo corre contra você, e se você não estiver preparado pode te prender ao passado, pode te prender a lembranças.. E como acreditar que o tempo cura algo, se você perdeu-o tanto, chorando e se lamentando por coisas que jamais aconteceriam? Mas em meio a tantas lágrimas, há uma coisa que aprendi com o tempo, ele jamais irá voltar.



s2s2'


domingo, 23 de outubro de 2011

É engraçado como alguém pode partir o seu coração …
e você ainda amá-lo com todos os pedaços partidos.





As pessoas adoram falar, Que vai passar. Sim, isso nós sabemos.
Mas queremos uma data certa, específica. Dia, mês, ano. Hora, minuto, segundo. Exatidão. Não importa o problema e/ou dificuldade. Vamos superar. Somos fortes, ora bolas! Sabemos disso. Nossa alma sabe. Nossa mente tem certeza. Amigos, família, livros de auto-ajuda, terapia, amenizam a dificuldade. Sossegam por um breve tempo o coração aflito. E, no fundo, dizem que "vai passar". Alô, por favor, me diga quando passará? Ninguém sabe. Ninguém dirá. Ninguém pode te ajudar. Ninguém pode te explicar. Desenha, por gentileza?
Demorei muito para acreditar, Na mais louca e cruel verdade: quem gosta de você vai te tratar bem. Quem gosta de você se importa, quer o melhor, te procura, te liga, te dá satisfação. Quem gosta quer estar junto. Quem gosta demonstra. Quem gosta faz planos. Quem gosta manda uma mensagem bobinha só pra dizer que ama. Quem gosta dá certeza do que sente. Quem gosta te olha com sinceridade. Quem gosta não faz joguinho nem te deixa pela metade. Quem gosta quer te deixar segura. A gente demora pra aceitar, arruma novecentas desculpas para a falta de jeito do outro. Ah, ele é confuso. Ah, ele está tenso. Ah, ele tem medo. Ah, ele é maluco. Ah, ele isso. Ah, ele aquilo. Desculpa, mas quem quer estar junto pensa ah, que saudade. Ah, que falta ela me faz. Quem gosta, gosta. Sem complicações. Sem armações e armaduras.

           E pra você desejo sorte, e que alguém te faça ver que tudo pode ser tão diferente, que você consiga mudar e ver que o que queria não vale a pena, não ter pra quem chamar, não ter pra quem sorrir, volte para o seu lugar mas se você quiser voltar eu estarei aqui por você, para te esperar.
                                       As vezes, me dá uma saudade irracional de você! :/