sábado, 21 de janeiro de 2012


  •  Aperte o play e leia
Mas ao ler, provavelmente você vai se lembrar de algo, e provavelmente de alguém também. 
É tão gostoso quando o amor é recíproco; quando a saudade é sentida por ambos; quando se tem o colo do outro para adormecer. Quando o amor é recíproco os dias já não são mais os mesmos; todo dia é dia de amar o parceiro de uma forma diferente; é lindo amar em conjunto não é?(..) Mas nem sempre é assim; tão belo e tão doce; tem os seus dias de amargor também; principalmente quando chega aquele dia; é aquele dia! Aquele dia em que o pra sempre, sempre acaba. Logo em seguida seu mundo desaba; desaba por completo; você perde seu chão; simplesmente não tem mais aonde se apoiar. Ah! E pra piorar pro seu – nosso – lado, tem aquelas duas fazes em que todo mundo passa; que vamos dar o nome de “pós amor”. (risos) A primeira faze é aquela em que você acha que não precisa mais do cara, sim você se enche de amor próprio “instantâneo”; você apaga o numero do cara do celular; AH! E as sms? Ti apaga lendo e se segurando pra não chorar; você diz que o cara nem era aquelas coisas, e que você merecia coisa melhor; isso dura mais ou menos uma semana.. Até um mês dependendo da pessoa. Mas aí vem a segunda fase; é aquela fase que tu começa a sentir falta da pessoa; você olha nos cômodos da casa e vê o reflexo do “amado” em todos os cantos; você começa a perseguir os restos dos rastros em que o mesmo deixará. E meio que premeditado, cai a fixa; cai a fixa que tu tá amando sozinho; de novo e de novo. E logo em seguida cai em prantos; dias e mais dias de tormento te fazem sofrer; olhar para o lado e não ver ninguém dói demais não é? Dormir por dormir é extremamente fadigante, quando seus pensamentos voam longe ao encontro de algo e provavelmente de alguém. E assim os dias vão passando e passando; e a ferida que outrora estava entre aberta e crescendo conforme os dias se passavam; hoje já está se cicatrizando - lentamente - mas já é um começo. E nisso, se passam meses e mais meses; hoje ti já andas com passos firmes; com aquela confiança de que os dias tormenta já se passaram, e eis que tudo se fez novo dentro de ti. Mas ao andar pelas ruas perambulando por aí, tu avistou ele; justo ele! Seu coração dispara; e agora tu vês que não é tão forte assim como pensará; e que ainda está vulnerável ao sorriso, e ao toque do mesmo; e que ainda o amava; não com tanta intensidade de outrora; mas ainda o amavaAinda o amaObjetivar
“Mas eu pensei que seria fácil ficar sem você.Me iludi achando que não sentiria a tua falta. E veja só, agora estou aqui, escrevendo um texto sobre a saudade… E tentando entender porque tivemos um fim. E eu simplesmente não acho um porquê. É como se a gente não tivesse nascido para ficar junto. Como se o amor fosse apenas um detalhe. E agora eu não sei o que fazer. Me sinto sozinha, sem saída. Sinto vontade de gritar pelo teu amor. E eu me seguro para não ir atrás de ti. Porque eu sei que não irá adiantar. Eu compreendo que é o fim, mas é difícil aceitar que não poderei mais te pertencer. E todos os dias dói mais um pouco. É torturante olhar para tua foto e perceber que tu não é mais meu. E eu choro, como se fosse resolver algo, e não paro de chorar até que eu consiga pegar no sono. Deveria ser mais fácil. Eu não deveria me importar tanto. E eu disse que o único que choraria seria você… Mas agora eu não consigo controlar minhas lágrimas.Porque, infelizmente, eu descobri que preciso muito de você. Mais até do que eu imaginava. Então não para de doer. Nem de fazer falta (…) Eu te amo. E eu desejo não te amar para sempre. Porque seria crueldade demais amar quem eu não posso ter… E agora as madrugadas se tornam torturantes, porque parece que você está aqui. Parece que você está olhando para mim. Como se estivesse cuidando de mim. E eu fico feito tola lembrando das promessas. De quando disse que me amaria para sempre. E eu simplesmente não sei no que eu devo acreditar. Eu não sei como serei capaz de seguir em frente. E talvez eu nem queira seguir em frente. Talvez eu queira aproveitar cada pedacinho de ti que restou em mim… Eu tenho medo de que eu lhe esqueça, pois eu disse a ti que jamais iria te esquecer. E eu quero cumprir ao menos esta promessa, já que todas as outras foram anuladas quando você decidiu partir… Agora eu terei que seguir sozinha. Agora eu não terei mais você para cuidar de mim. Não terei mais suas mensagens durante a madrugada. Não terei as brigas, nem os ciúmes. Agora eu não terei os sorrisos. Não terei as brincadeiras, os cuidados e o carinho. Nunca mais terei você.”  amargar

Você já se perguntou quantas vezes eu tive sozinho e precisei de você? o quanto eu doía não poder te ter aqui, machuca, machuca, pra caralho, o ruim, é que você, é VOCÊ, não percebe, e isso por sinal, machuca mais (…) Eu poderia te dar o meu coração, que você faria o que? Nada. Simplesmente Nada. Eu agi, eu tentei te mostrar, más você não foi capaz de tentar perceber, eu próprio me culpo ás vezes, por ter sido o idiota, o idiota que te amou, que deixou pra trás possibilidades importantes, esperando que eu pudesse construir um futuro, bom, um futuro bonito de se ver, mais não, eu só desperdicei tempo, tempo, que droga, eu poderia ter feito milhões de coisas, mas eu as deixei, pra poder te amar, amar e amar. E por várias noite eu chorei, pela dor que me consumia, e não me deixava tranquilizar a alma, mas cara, cansei, cansei de sofrer, por essa merda, merda mesmo, de amor irreconhecido, eu me estraguei, eu me machuquei, eu me destrói, por você. E o que você fez? Me diz agora? Onde teve um só nós nesse sofrimento? Desculpe-me mas eu cansei de sofrer, e espero que um dia, você possa reconhecer, o que pode perder, e que por favor me perdoa, mas que doa mais em você, do que um dia doeu em mim (…) Ah só uma coisa, antes de acabar isso, cara faz um favor a si próprio, se valoriza, é o mais preciso pra antes tentar que alguém te valorize, só digo isso, são minhas palavras, só basta você escolher, o jeito que vai interpretar…
Anthony, (garotodepijama)
Ela será única. Você conhecerá outras pessoas, terá um flashback com a sua ex namorada, terá uma nova namorada, mas ela continuará sendo a sua preferida. Provará outros beijos, se sentirá frustrado, algumas vezes, ao perceber que aquela loira linda da festa não beija tão bem assim. Passará a mão em outros cabelos, alguns mais longos, outros mais curtos, mais cheios, mas de qualquer forma, sentirá falta dos cabelos dela, que de tão pouco se perdiam nos seus dedos. Você sentirá outros perfumes, amadeirados, cítricos, doces, e sentirá falta do cheiro da pele dela, que tinha um cheiro tão bom que te fazia fechar os olhos e suspirar fundo. Você chorará, toda noite, baixinho, sentindo a maior saudade que você já sentiu em toda a sua vida. Olhará para os lados, verá a vida passando, e sentirá uma falta quase mortal da vida que ela te proporcionava todos os dias. Você entenderá que a amava. Você entenderá que a ama. Você entenderá que ela será eterna. E-t-e-r-n-a. Você, ao conhecer outras com o mesmo nome, sentirá um aperto no peito ao dizer que esse nome é lindo, sentirá suas mãos tremerem ao lembrar que dizia que esse seria o nome da filha de vocês. O seu celular, ao tocar, após anos, após milhares de vezes, ainda desejará realizar uma ligação de vocês, aonde ela dirá que ainda te espera, e você dirá que está indo buscá-la, assim como em um texto que um dia ela escreveu. Você irá ler, palavra por palavra de tudo que ela escreveu um dia, e se surpreenderá ao ver que ela suplicava por você. Você se sentirá um idiota. Mas ela, ela continuará sendo única. Ela continuará sendo sua. Você continuará sendo dela. Mas a vida continuará. Ela fará um esforço descomunal para te esquecer, talvez, por alguns anos, ou até que toque a música de vocês, conseguirá. Lembrará de vocês com uma pequena tristeza mas com um grande afeto, assim como ela sempre disse, você ainda será a escolha dela, mas infelizmente, a vida lhe deu outras opções … Reticências, sua vida será repleta delas, assuntos não terminados, desejos não obedecidos, o maior e único amor da sua vida, perdido pela sua incapacidade de amar alguém. Você virá um dia para perto da casa dela, pensará uma, duas, três, mil vezes em um jeito de tentar achá-la, de descobrir se após tantos anos, ela ainda irá morar ali. Ela, irá para perto da sua casa, passará na sua rua uma, duas, três, mil vezes, na intenção de que você a veja e diga : ”Finalmente“. Ela passará mesmo na sua rua, porque sempre foi mais decidida que você, você ficará só planejando.”     - algoimprevisivel
Ei, Minha pequena, não desiste não, tá? Por mais que seja difícil, você pode e vai conseguir. Eu sei que as vezes você não vê motivos pra continuar, e que as vezes é como se o mundo inteiro estivesse contra você, mas tente. Eu queria ser o seu motivo pra continuar, mas sei que não sou tudo aquilo que você precisa. Não tenha medo de fazer algo e não agradar os outros, pois, se isso te faz bem, não se importe com a opinião deles. E eu achava, que só eu te faria bem. Se lembra de quantas vezes disseram que você não iria conseguir? Eu estava ao teu lado, pra te ajudar, a continuar. De quantas vezes disseram que você não é nada? Mas pra mim, você é tudo. Bom… Se você chegou onde está, é porque você consegue. Muitas vezes o medo te domina, tem medo que te abandonem e você sempre se pergunta “Ninguém se importa, porque não sou importante o bastante para que alguém se importe.” Mas, não tenha medo minha pequena, você não depende de ninguém para ser feliz… E mesmo se você não conseguir, não desista, porque você tem grandes amigos que te querem bem, e te ver feliz, e um desses, sou eu. (boidemamao)
- Tu disse uma vez que a gente ia se reencontrar, lembra? - ele disse dando um gole em seu refrigerante.
- Sim.
- E então? O que acha de mim?
Entortou um pouco a cabeça.
- Salafrário.
- Mentirosa.
- Falso.
- Metafórica.
- Não. Sou poética.
Ele silenciou-se.
- Acho bom parar de escrever sobre nossos reencontros.
- Eu também.
- Não espera muito de mim, não, pequena.
- Honestamente, de ti não espero mais nada.
- E se for diferente no futuro?
- Eu escrevo de novo.
- E se der errado?
- Ai eu fecho o livro.
(Silêncio.)
- E então, o que acha de mim?

(via fascinadaporestrelas)
Sabe quando você procura por alguém que seja o motivo dos seus sorrisos, da sua insônia, da sua falta de ar, dos seus sonhos mais loucos e dos planos mais insanos, alguém que tire seus pés do chão e te faça querer viver cada dia como se fosse o último? Um alguém que lhe faça se sentir completo? Eu sempre procurei por esse alguém, sabe, esse alguém que mudaria tudo, que me completaria. E, por acaso, eu encontrei você, e agora eu sei que estou completa. É como se cada pedaço de mim se sentisse ótimo, confortável, perfeitamente bem quando estou com você, entende? Você me completa. É como se eu tivesse encontrado em você tudo aquilo que faltava. Mas você não arrumou essa bagunça imensa que há dentro de mim, muito pelo contrário, você só piorou tudo e fez uma bagunça pior ainda. E era exatamente isso que eu queria. Não alguém que me consertasse, que me colocasse no lugar, mas sim alguém que andasse fora da linha junto comigo, alguém que fosse uma bagunça, assim como eu. E nós somos a bagunça mais linda que existe, posso lhe garantir. Nós somos a loucura mais insana de todas, e de longe a melhor delas. E talvez com o tempo tudo mude. Porque nem sempre as coisas são como esperamos, e nós sabemos bem disso. Mas, quem sabe nós duremos, quem sabe realmente nada fuja dos nossos planos, não é? Mas, quem sabe, talvez, tudo isso não passe de um erro. Quem sabe você não é um erro, nós não somos um erro? Mas bem, se tudo sair como planejado, nós continuaremos a ser a bagunça perfeita, mas se tudo isso for só mais um erro, eu lhe prometo que esse será o erro que eu jamais irei me arrepender de ter cometido, e será aquele tipo de erro que eu repetiria várias e várias vezes. Porque, erro ou não, você, sem a menor dúvida, é, e sempre será, tudo aquilo que eu sempre quis. (n0panic)

Tens a beleza de um inteiro, que diante da minha contemplação se torna metade, para que possa vir a me completar. Meu, devo te chamar desta maneira ou ignorar o fato, mais sei que para mim mesmo não sendo sempre será. Poderia dedilhar em versos cada traço viril de teu rosto, mais sempre existiriam linhas vagas, pois não existe total exatidão em palavras sobre esta perfeição imperfeita. Poderia dizer sobre oque seu sorriso me transmite mais os sons são mudos a ouvidos alheios, sons da trepidação em meu peito, nada além dos ruídos viriam a explicar melhor. Venha, toque minha mão, sinta como ela gosta de estar em sua nuca, sinta também meus lábios secos tocando sua face, secos pelo nervoso sentir de poder te beijar. Trincados que desaparecem quando eles vão de encontro os teus, molhados, doces e sim gostosos. Beleza sua de simplicidade, está que talvez só eu perceba, mais como passaria despercebido meu mundo inteiro em apenas um ser. Eu te amo já se tornou clichê demais para descrever o que sinto, acredito que vá além deste sentir, inexplicável e indecifrável, assim que acontece quando te vejo, quando mesmo que por algumas horas possa ter sua presença. Sabe, às vezes cansa os pensares, as memorias, as lembranças, a sua presença que me faz falta, mesmo que a distancia e ausência seja de alguns dias. E eu poderia ficar aqui durante meus intermináveis dias e horas vagas dizendo sobre você, mais devo guardar as palavras para que eu possa despeja-las em teu ouvido, num tom suave mais tardar , se não hoje amanha se não amanha no depois, apenas sei que deves saber sempre a importância que tens aqui. E que sem você eu sobreviveria, mais apenas sobreviveria, nada mais.
- Andressa


Aperte o play e leia, pense e mude.
“Aí você acorda, vai tomar café e vê que a mesa não está com seu suco ou bolo predileto. Briga com sua mãe discutindo o porquê dela te “obrigar” a comer aquilo. Então você abre o guarda roupa com 2837837 de roupas e reclama que a sua vida é uma merda e que precisa de muito mais roupa porque não tem mais com o que se vestir.  Então desce as escadas, passa pela porta e olha pra todo mundo e não fala com ninguém.Nem um bom dia sequer a uma velhinha que acaba de atravessar a rua. Olha da pior forma pra todo mundo e ainda reclama que o sol está muito quente pro seu rosto e está queimando a sua cara. Aí você vira a esquina, vê um cara deitado no chão e fala “nossa, que preguiçoso nem pra arranjar alguma coisa na vida ao invés de pedir esmola”. Aí vê uma pessoa aleijada e pensa “nossa, ainda bem que eu ainda consigo andar”.
O pior é que depois de reclamar tanto, não viu que existiriam mil pessoas evitando brigar com sua mãe, pessoas que queriam pelo ao menos, dois dedos daquele suco e uma migalha daquele pão. Não pensa que existem mais ou menos um bilhão de pessoas que queriam uma peça, somente uma peça de suas roupas e as usariam pelo resto da vida. Não pensa que existem muitas pessoas que precisam de um bom dia porque na noite passada passou por uma coisa da qual você talvez nunca irá passar na vida, o que é realmente muito bom pra ser verdade. E que aquele sol do qual você reclamou muitas pessoas também não souberam aproveitar. E que aquele homem na verdade, perdeu tudo o que tinha, e não tem ninguém que possa ajudar. E ainda mais, você esqueceu que a pessoa aleijada também achava que isso não iria acontecer com ela…. Mas aconteceu infelizmente.
Sabe o que dói mais? É que ao acordar você não faz nem questão de agradecer por tudo isso. E quando faz uma promessa que a noite irá agradecer, você simplesmente se vira e cai no mais profundo sono.” (vocabulosdosilencio)
“Não ponha a culpa no tempo, na tua mente, no cara da esquina que não quis te vender um buquê de rosas às 2 da manhã, muito menos na bateria do seu celular que acabou no meio de uma discussão.A culpa foi nossa, meu amor. Nos perdemos no meio do caminho e ficamos com preguiça de nos encontrarmos novamente. O erro desta vez foi nosso, por não ter acreditado que nossa história fosse mais além do que aqueles longos anos que escrevemos e vivemos juntos no apartamento da zona norte. Poderíamos ter sido muito mais, deveríamos ter sido mais. Ter sentido mais, absorvido mais e até mesmo amado mais se fosse o caso. Eu fui errada em ter entregue meu coração assim, de bandeja pra você, porque, se tivesse me retraído ao altruísmo, eu talvez não tivesse um coração despetalado como agora, pedindo só mais cinco minutinhos da tua atenção. Sei que, depois do que passamos, teu nome deveria ter sido banido da minha vida, mas aconteceu o contrário, amor. Tu ainda estás aqui, junto com cada memória tua, tais como tuas manias, tua risada, teu cheiro, teu sorriso meio maroto, tua voz. Teus abraços protetores, e todas as vezes em que passou a madrugada inteira abraçado comigo, enquanto a chuva caía levemente do lado de fora. Eu era a tua pequena, lembra? Tinha prometido a ti que este título ninguém tiraria de mim. Mas mesmo assim, com toda a eferverscência do amor, chegou um momento em que senti o nosso esfriando, congelando, se deteriorando. E nós acabamos por fazer parte deste sumiço de partes. E te ver jogado no mundo, a cuidados do vento não me faz nenhum pouco bem. Tu não encontrarás amor, nunca, em parte alguma, alguém que te cuide, que te proteja e te faça sorrir como eu. E mesmo sentindo um tanto de ódio aqui dentro, não consigo olhar nossas fotos sem sentir uma ponta de pesar machucando no fundo do coração. Nós sorríamos feito dois adolescentes que acabaram de descobrir o amor. Era bom, era uniforme, era completo. Era… Nada que eu não supere, querido. Ando ensaiando sorrisos para curar a dor da tua partida, mas ainda tomo café na tua xícara dos Beatles, abro a coluna social na página sete, leio aqueles poemas de amor, e penso — você poderia estar aqui. Você devia estar aqui, amor.” (enarm0nica)

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Mudei tanto nesses últimos dias. Tanto mesmo, tanto em tão pouco tempo. Esse tempo sozinha me ajudou a colocar a cabeça em ordem. Consegui entender tanta coisa eu antes era difícil até de falar sobre. Eu dei uma reviravolta na minha vida. Me tornei uma pessoa melhor, da qual muita gente não gosta, mas eu me orgulho. Eu não quero mais pensar com a cabeça dos outros, vou pensar com a minha. Não vou mais abrir mão de nada por ninguém, coisas que são importantes pra mim eu faço questão de manter. Não abaixo mais a cabeça pra ninguém, e falo com toda certeza do mundo: “Esta pra nascer a pessoa que vai conseguir me mudar.”
É impossível ver fotos antigas e não lembrar de você. Eu sinto falta, sabe? Falta de nossos momentos de loucura, e do nossos momentos de carência. E eu sinto muita falta disso tudo, de verdade. Porque eu não queria que fosse assim, não mesmo, porque poderíamos ter sido diferente. E eu sinto saudades de você, e acuso-te por me deixar assim, sentindo tua falta. Porque tu me falastes que não me abandonaria, e não me deixaria aqui, sozinha. E veja só, você fez o contrário. Veja, veja o que nos tornamos, distantes. A saudade vai apertar bem dentro do meu peito, e vai dar vontade de te ligar, de ir falar com você, de te abraçar novamente, mas por fim, acabará do mesmo jeito, eu e você, sem se falar, e isso vai doer tanto, quer dizer, já dói. Porque eu preciso de você, preciso das tuas palavras, preciso do teu jeito que me bagunça e que me concerta ao mesmo tempo, preciso do teu jeito manso e involuntariamente, de nós. Preciso do nosso jeito, errado, diferente. Preciso do teu jeito desnecessário de voltar, e quero mesmo que volte. Porque eu não consigo continuar sem você, não consigo mesmo, na verdade, não sei continuar, você faz parte de mim, sabia? E eu realmente não suporto isso, não suporto ficar sem falar com você, eu realmente preciso de você, é como água, não tem um motivo concreto para eu gostar, mas eu necessito, necessito pra sobreviver, porque, olha, sem você aqui, não tem graça, não tem lógica, e eu não consigo, em hipótese alguma, ficar sem você, é impossível, você já faz parte de mim, e veja só, a culpa foi minha, foi eu que nos tornei assim, e eu realmente não queria que fôssemos assim, eu não queria que fosse assim. E é uma dor tão grande em pensar que não te tenho mais, torna a ser insuportável, é que eu te perdi, amor. Valeu a pena ter te conhecido, mas dói pensar que não posso ter tudo aquilo que eu tinha com você, de novo. E você partiu amor, e me deixou aqui. E eu sinto muito por isso, sinto por nós, porque não deveria ser assim, deveria? Porque eu realmente não queria. Que saudade dolorosa, que saudade de quando falava com você, de verdade. Queria poder voltar ao tempo e concertar tudo, e não te deixar ir embora. E meu Deus, essa saudade de você dói demais. Juro que me arrependo de ter deixado ser assim. E eu não fiz o que eu tanto planejava, tudo foi por água abaixo, na verdade, fomos. As minhas palavras podem não ter sentido pra ti, posso estar falando sozinha com essa imensa solidão.Talvez o nosso amor se desgastou,aos poucos eu fui te perdendo, agora não sei mais se foi o meu erro ter te amado de mais. E se eu pudesse mudar tudo isso, ah, se eu pudesse […] E desculpa por não te fazer entender tudo isso, porque, eu parei de me entender depois que tu chegou. E essa saudade, essa saudade é como veneno que vai me matando aos poucos, e tá me matando mesmo. Tinha tanto medo em te perder, e acabei perdendo. Não sei qual foi meu erro, mas sei que agora é tarde demais, e isso se tornou apenas uma história incompleta, sem meio e sem fim, sei que não vou conseguir reverter as coisas, até porque, isso é impossível, mas eu tô cansada, sabe? De caminhar sem ti, pois bem, quem eu irei conversar nas madrugadas de sábado? Quem eu irei desabafar naqueles dias de crise? Quem vai ficar do meu lado, até eu pegar no sono? Quem vai me dar aqueles abraços sem motivo? Só você, era só você. Mas você se foi. E eu falhei quando te deixei ir embora. Ariel S. (doceinverno)
Sou uma incógnita. Difícil de se resolver, difícil de entender. Tenho meus momentos de alegria, de crises existenciais, crises de choro, crises de risos também. Dramática e exagerada me definiriam bem, mas eu também sou forte, quando quero, e quando não quero também. Aparento ser doce, meiga, mas ah… Mas você não me conhece, nenhum pouco, não sabe de nada. E se soubesse, não saberia de tudo. Porque eu mudo constantemente, toda hora, todo momento. Eu sou todo esse turbilhão de sentimentos não demostrados. Eu sou doçura e acidez, ao mesmo tempo. Ingênua e esperta, ao mesmo tempo. Eu sou orgulhosa ao extremo, não vou falar com você, se não vier falar comigo, não vou mesmo, eu não mato meu orgulho não, sou assim e não mudo. Sempre acho que tô certa, porque, eu tô certa, não tô? Não gosto dessa sensação azeda de coisa mal resolvida. Comigo é tudo ou nada. Poucas vezes vai me ver chorar, mas quando me ver […] Eu sou assim, com toda estranhice, estranheza, estranhagem, estranhamento, estranhação.Estranha ação. É, sou cheia de estranhas ações. Ariel S. 

Se você desiste, não é amor. Se você acha que é impossivel, também não é amor. Se for amor, você acredita e luta até que seu coraçao pare de bater. Não dê desculpas por um amor que nao deu certo, apenas diga que nao foi amor. Não minta para mim, nem para si mesmo. Você sabe que é real, mas não assume. Será que pra você nao é assim? Me diga e eu vou embora, sem nem questionar, mas me diga.
{PTS}
Me perturba a dúvida de não saber o que fazer, e até mesmo a dúvida se devo realmente fazer alguma coisa. Há um vazio grande dentro de mim, e ele cresce a cada dia, a cada palavra, a cada silêncio. Me dói forçar sorrisos, me dói fingir que está tudo bem. Chega a ser uma dor que corrói minhas forças, e que aperta o meu coração. Minha realidade vem me parecendo tão falsa, tão forçada, fingida… Evito deixar cair aquelas lágrimas que costumam constantemente embaçar minha vista, mas vem me parecendo cada vez mais, uma ‘missão impossível’. E por mais que eu tente ser forte, sempre vai existir aquela garota de uma força pequena dentro de mim, aquela que eu prefiro esconder. (Acalmar-me)
Por muito tempo me importei demais. Dei valor a coisas desnecessárias. Priorizei coisas que nunca deveriam ser priorizadas. Agi tão estupidamente. Fui fraca, tão vulnerável. Eu era uma marionete nas mãos das pessoas. Sempre me coloquei em último lugar, amor próprio eu nem chegava a ter. Mas resolvi dá um basta. Resolvi abrir mão de muita coisa. Mudei pro meu próprio bem. A fraca não existe mais. Agora eu que venho em primeiro lugar. E a única coisa que eu me importo é comigo.  Intimidade de Garota 
“Oi, meu amor. Sabia que hoje eu estou muito feliz? Mas quem eu estou querendo enganar mesmo? Isso está sendo muito difícil pra mim, e toda essa distância que me separa de você tá me matando. Só que ninguém vai entender isso, ninguém vai entender essa necessidade enorme que eu tenho de você ao meu lado todos os instantes da minha vida. Porque eu preciso de você mais do que qualquer outra coisa, ou pessoa. Por isso eu estou aqui te escrevendo, pra te dizer o que você sempre precisou ouvir. Só que quase nunca você ouviu. Eu só queria que você soubesse que por mais que esteja sendo difícil pra você, pra mim, pra nós. Isso tudo vai passar, essa tempestade vai acabar. E eu te prometo que nada e nem ninguém vai mudar o que eu sinto por você. Por mais que digam que não vamos conseguir, por mais que falem que o nosso amor é impossível. E que somos dois loucos -loucos um pelo outro-. Eu te prometo, nada vai estragar o que eu sinto por você. E tá te machucando né? Eu sei que tá. Era para hoje eu estar ai com você, mas eu não estou. Por favor, me perdoa. Me perdoa por não ser a namorada que você sempre sonhou. Me perdoa por só saber te machucar o tempo todo, fazendo tudo errado com esse meu jeito todo atrapalhado. Tudo que eu queria agora era poder estar ao seu lado. Eu trocaria todo o dinheiro do mundo pra isso, eu daria até o que eu não tenho para estar com você agora. Eu te amo, eu te amo tanto. Isso não vai ser para sempre, toda essa distância não vai mais existir entre a gente. Você entendeu bem? Porque eu quero repetir com todas as palavras: isso não vai ser para sempre, toda essa distância não vai mais existir entre a gente. E quando isso acontecer, vamos ser completamente felizes. É só o que eu quero com você, ser feliz. Eu quero viver minha vida inteira ao seu lado, quero envelhecer com você. O meu amor por você é eterno. E lembra do que você me disse? Agora eu estou aqui pra te dizer a mesma coisa. Pode existir outros, eu posso conhecer outros caras. Só que nenhum vai chegar aos seus pés. Eu vou procurar você neles, e não vou encontrar. Que droga! Ninguém se compara a você. E se algum dia eu estiver no altar com outro, se você aparecer e disser que ainda me quer, eu saio da igreja vestida de noiva e tudo, só pra correr pros seus braços. É eterno sabe? E nada vai fazer esse amor morrer aqui dentro. (Jéss for David)
”Eu sinto sua falta. Nego isso a mim mesma, pois não posso, não posso sentir saudades suas. Único remédio para saudade, é um abraço, bem forte, e sei que esse remédio nunca vou poder tomar. Eu já devia ter te tirado da minha cabeça, a muito tempo. Devia ter te arrancando do coração, não deveria nem saber seu nome. Mas eu lembro de você, lembro de como é bonito o seu sorriso de lado; como você fica bonito de vermelho; lembro de cada detalhe, lembro do jeito que fala quando está com raiva, lembro do brilhos dos teus olhos quando está feliz. Lembro também como agia comigo, como era indiferente. — Você já errou tanto comigo, e eu certamente, também errei muito. Não importa os apesares, nunca consegui te odiar, nenhum pouquinho. Me machuquei muito estando perto de você, mas nunca quis me afastar, nunca quis ficar longe. Você atrasou minha vida, mas foi o atraso que eu mais gostei. — Você está me perdendo, e parece que você não se importa com isso. Cada vez, fico mais longe, mais distante, e você ao menos liga.” — Kássia Ferreira
E aí, você vai dizer pros teus amigos que já esqueceu. Vai declarar pra meio mundo que já não sente mais nada. E pra provar isso, vai deletar as SMS e o número do celular dela da sua agenda. Vai deletar a música de vocês do seu computador e vai evitar ouvir. Vai parar de escrever coisas pra ela. Não vai mais andar na rua tendo aquela ponta de esperança achando que vai encontrá-la. Vai sorrir e não se importar quando falarem dela. Vai lembrar a todos, todos os dias que ela não te afeta mais. Não vai procurar, não vai ligar. Vai esquecer tudo o que vier dela; os textos, apelidos carinhosos, momentos, risadas, brigas. Vai deletar as fotos dela do seu celular. Vai parar de esperar alguma ligação ou SMS de madrugada. Não vai mais pensar nela antes de dormir ou ao acordar. Vai ser indiferente quando algum amigo dela perguntar se você sente falta. Não vai mais arrepiar ao ouvir a voz dela ou esperar ansioso pra que ela diga que sentiu sua falta. Você vai desapegar. Vai parar de sentir, literalmente. Vai convencer a ela e a todos de que você já superou. E vai continuar assim, até que você consiga convencer a pessoa mais importante disso tudo. 

Você.

(via desarranjo)
Não consigo aguentar desta vez, mais eu não vou embora, eu não consigo, estou presa a você e isso dói, corrói, mata. Eu preciso de forças e um dia eu ainda vou te deixar e você vai ficar sozinho sem ninguém pois quem te amou te deu adeus.

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Eu prometi a mim mesmo que não pensaria mais em você,que não falaria,comentaria, que iria te ignorar pelo resto de minha vida.É, tá dificil, tá dificil te esquecer,tá dificil te ignorar, pois a realidade é que eu sinto sim sua falta, que eu não vivo mais um segundo longe de você, acho que no fundo eu sei disso, sei que ainda te amo. Eu  sei que você já me esqueceu. Eu sei que você me odeia agora. Eu sei que a última coisa que você quer,é ter que olhar na minha cara. Mas eu ainda te amo,eu ainda sinto sua falta,eu ainda escrevo seu nome por aí,eu ainda vou no seu tumblr todos os dias,para ver se você está bem,eu ainda penso em você. Sei que o que fiz,foi horrível,mas eu nunca,mesmo  se pudesse,eu voltaria no tempo pra concertar. Não mesmo. Sabe por que? Porque essa coisa,esse ato que eu cometi,me trouxe você.Mas também tirou,e tirou muitas outras coisas também,como sua confiança.Agora eu não tenho mais sua confiança,sua amizade,nem mesmo o seu amor,que você e eu prometemos que seria para sempre.O que eu tenho agora? Seuódio,e um amor,que ficará  guardado dentro de mim para sempre.Uma dor,que durará para sempre,pois eu não tenho nenhum retrato seu,você apenas existe aqui,na minha memória,em forma de lembrança.A lembrança mais linda da minha vida. (LDG)
Está complicado demais pra ser entendido.Dolorido e difícil. Dói mais que qualquer corte, e mais do que qualquer ferida. Uma ferida que não sara, uma dor que não passa. Algo que não dar pra descrever. Borboletas no estômago? Isso já é clichê demais. Sinto dinossauros andando por lá. Sinto-me perdida em meio a constantes pensamentos que mudam de acordo com o tempo. Cansei. Roubaram-me toda felicidade que a tinha, e mesmo assim, continuei. Da pior maneira, ou da única que tive. Porque não me levaram nada material, levaram a única que a tinha. Fizeram-me acreditar em promessas que nunca seriam cumpridas, fizeram-me acreditar em um final feliz. E veja só, olhe o que me tornei, me tornei alguém fria, não foi minha culpa, não tive intenção. Sinto muito. Obviamente não era quem você esperava, e deve ser por isso que partistes. Mas eu vou esquecer, vou esquecer tudo. Tudinho. Vou ficar bem, sei que vou. Porque na verdade, o fim, é só um novo começo. Ariel S. (doceinverno)